Sob lágrimas, Heloísa Helena reafirma que votará contra a reforma

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de novembro de 2003 as 19:04, por: cdb

A senadora Heloísa Helena subiu à tribuna do Senado para confirmar seu voto contra à reforma da Previdência. Sob lágrimas, a senadora disse que votará contra a reforma porque repetirá a posição adotada por seu partido em votações anteriores, quando ela foi líder da oposição no governo Fernando Henrique Cardoso.

– Vamos votar os destaques logo mais, e vou votar como o PT votou seis vezes contra a taxação dos inativos. Estou votando de consciência tranqüila, porque não tenho que justificar meu voto. É como se estivessem arrancando meu coração, mas jamais me arrependerei deste momento e deste voto que estou dando hoje – disse, sendo aplaudida de pé pelos servidores que assistiam o discurso da galeria do plenário.

A emoção da senadora tem mais de uma justificativa: Heloísa Helena enfrenta um processo de expulsão movido pela Executiva do PT, por causa de suas críticas ao governo e às reformas propostas pelo governo.

Ela lembrou que, ao ser líder do PT, quase foi “aos tapas” para defender o partido e nomes do PT, como o presidente Luiz Inácio Lula, José Dirceu (ministro-chefe da Casa Civil) e outros, que hoje a condenam. “Ninguém é mais PT do que eu! A cúpula do governo não pode ostentar a estrelinha mais que eu! Ninguém pode dizer que defendo privilégios”, afirmou.

A senadora lembrou que dedicou sua juventude ao fortalecimento do PT em Alagoas e no Brasil, mas que não se arrepende de nada, apesar do risco de expulsão.

– Dediquei os melhores anos da minha vida defendendo o PT. Sou uma mulher livre e sei que a liberdade ofende aos prisioneiros dos cárceres do poder e aos carreiristas obcecados – declarou. Heloísa Helena será a única petista a votar contra a reforma da Previdência.