Situação de Carlos Menem se complica após confissão de ex-sócio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 18 de outubro de 2001 as 16:39, por: cdb

A Justiça argentina decretou ordem de captura nacional e internacional contra o arquiteto do ex-presidente Carlos Menem, Alberto Rossi, e seus dois sócios. Tudo porque um dos sócios de Rossi, Angel Ramini, sem saber que era filmado por uma câmera escondida do Canal 13 (importante rede de televisão argentina), confessou ter participado da venda ilegal de armas para o exterior.

Ramini afirmou ser o verdadeiro dono da empresa “Express Cargas”, responsável pelo despacho aduaneiro de material bélico para a Croácia. De frente para a câmera, foi categórico: “Sabe de quem eram os contêineres (que transportaram as armas)? Meus!”.

Por fim, em uma cena gravada em um restaurante no bairro da Recoleta (Buenos Aires), Angel Ramini zombou da Justiça argentina, comentando suas influências sobre tal Poder. Confira o que ele falou, no original, em castelhano:

“El 80 por ciento de los jueces federales son amigos míos. Pero amigo de cerrar el boliche, juntar las mesas y que vengan las chicas a bailar”.

As informações foram obtidas junto ao site do jornal argentino Clarín – www.clarin.com .