Síria quer ser base de exportação brasileira para o mundo árabe

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 3 de dezembro de 2003 as 11:30, por: cdb

A Síria pode vir a ser uma base logística para que o Brasil exporte os seus produtos ao mundo árabe. A proposta foi apresentada nesta quarta-feira ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo presidente da Síria, Bashar Al-Assad, em reunião de trabalho na sede do governo em Damasco.
Segundo o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, que participou da reunião, os empresários brasileiros que estão em Damasco assinam ainda hoje acordo para a implantação de uma refinaria de açúcar na capital síria.

Esta refinaria, acrescentou o ministro, proporcionará exportação brasileira de um milhão de toneladas de matéria prima por ano para ser refinada na Síria.
A refinaria custaria US$ 150 milhões, segundo Furlan, e o objetivo seria atender ao mercado interno da Síria, bem como dos demais países árabes.