Sindicato dos Médicos de SP promove ação no Ibirapuera para suscitar debate sobre SUS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 20 de outubro de 2012 as 15:50, por: cdb

Elaine Patricia Cruz
Repórter da Agência Brasil

São Paulo – Pessoas que passaram hoje (20) pelo Parque Ibirapuera, em São Paulo, puderam aferir gratuitamente sua pressão arterial e medir a glicemia. A ação foi parte de um protesto promovido pelo Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) para pedir melhorias no Sistema Único de Saúde (SUS) de São Paulo. A intenção do sindicato é provocar um debate sobre a situação atual do SUS.

“Nossa intenção é chamar a atenção da população do estado de São Paulo para as péssimas condições que o Sistema Único de Saúde nos oferece. Não somente aos profissionais de saúde como também à população. Queremos mostrar que o profissional de saúde é desvalorizado porque trabalha em péssimas condições, não recebe salário necessário e, sobretudo, não consegue dar qualidade ao atendimento à população do estado”, disse José Erivaldo Guimarães, diretor do sindicato e da Federação Nacional dos Médicos.

O supervisor de projetos Alexandre Madeira, aproveitou a visita que fez ao parque com o filho para medir sua pressão e glicemia. “Resolvi parar e fazer. Está tudo bem, graças a Deus”, disse. Para ele, o sistema de saúde é precário no país. “Acho que é péssimo. O cidadão não é tratado com dignidade. É preciso ter o investimento certo e não ter tanta corrupção [para melhorar o sistema]”, disse.

Edição : Fábio Massalli