Sigilo de delegado paulista é quebrado pela CPI da pirataria

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 9 de julho de 2003 as 21:37, por: cdb

A CPI da Pirataria aprovou nesta quarta-feira a quebra do sigilo bancário, fiscal e telefônico do delegado de Polícia Civil de São Paulo, Paulo Sérgio Oppido Fleury, que atuava no combate à pirataria no Estado. O requerimento aprovado é de autoria do deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ).

Na exposição de motivos, o deputado sustenta que, “conforme matérias publicadas em jornais”, o delegado Fleury estaria envolvido com desvio de material pirata apreendido pela polícia e teria cobrado até R$ 3 mil mensais para investigar casos de pirataria, serviço que deveria ser cumprido por ele como uma obrigação funcional.

A CPI também pediu quebra de sigilo do investigador da Polícia Civil Jorge Devai Alcântara, que é suspeito de crime de pirataria.