Seul confirma envio de tropas ao Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 1 de dezembro de 2003 as 09:08, por: cdb

O governo da Coréia do Sul anunciou nesta segunda-feira que mantém seus planos de envio de soldados ao Iraque. A medida será realizada apesar do assassinato de dois civis sul-coreanos ontem em um ataque cometido em Tikrit, ao norte do país árabe.

Após uma reunião do Conselho de Segurança Nacional, o chanceler sul-coreano Yoon Young Kwan anunciou que o Governo mantém sua decisão de enviar um contingente militar de 3 mil homens ao Iraque.

As vítimas do ataque foram Kim Man Su, de 46 anos, e Kwak Kyong Hae, de 61, funcionários da empresa sul-coreana de energia Omu Eléctric Company contratada pela companhia norte-americana Delta para trabalhos de reconstrução no Iraque.

O chanceler comentou que ainda não é possível determinar se o ataque, que ocorreu enquanto as vítimas viajavam em um automóvel, era dirigido contra os sul-coreanos e acrescentou que a investigação para determinar os fatos continua.

O incidente fez as primeiras vítimas sul-coreanas no Iraque desde que os Estados Unidos iniciaram a guerra que derrocou Saddam Hussein. Atualmente, a Coréia do Sul mantém um contingente de 464 engenheiros militares no sul do Iraque, dedicados principalmente a trabalhos humanitários e de reconstrução.