Servidores públicos no Paraná em vigília

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 20 de junho de 2011 as 10:28, por: cdb

O objetivo: pressionar o governo estadual pelo direito ao Plano de Cargos e Carreira

 20/06/2011

Pedro Carrano,

de Curitiba (PR)

 

Trabalhadoras e trabalhadores do Sindisaúde-PR montaram vigília em frente à Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) durante os dias 13 a 17 de junho. O objetivo: pressionar o governo estadual para que a categoria tenha direito ao Plano de Cargos e Carreira. O principal ponto do plano refere-se à jornada de trabalho de 30 horas, de acordo com lei federal.

Elaine Rodella, da direção do Sindisaude, defende que a diminuição da jornada é essencial para a categoria, exposta nos hospitais a condições de insalubridade e risco de contágio biológico e químico. Dentro do contexto nacional de lutas por salários e melhores condições de trabalho, Elaine considera a nova jornada importante para combater a precarização da categoria.

A dirigente elenca ainda a luta por relações democráticas de trabalho, com participação dos trabalhadores na definição de metas, ações e políticas. Outras reivindicações do acampamento em frente à Sesa são políticas para saúde do trabalhador, discussão sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), plano de carreira de acordo com a especialização dos profissionais.

Os trabalhadores da saúde privada fizeram greve em Curitiba há poucas semanas. Em São Paulo, os servidores estaduais da saúde estão paralisados.