Servidores do Samu 192 comemoraram oitavo aniversário do serviço

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012 as 08:35, por: cdb

Em 27 de fevereiro de 2004 foi inaugurado em Vitória da Conquista o primeiro Serviço de Atendimento Móvel de Urgência/Samu 192 do interior do norte-nordeste e o primeiro da Bahia.

A escolha de Vitória da Conquista pelo Ministério da Saúde foi por conta da existência do Resgate Médico, implantado em 2001, que serviu de modelo para elaboração do serviço nacional.

Com uma média de mil atendimentos por mês, o serviço, que hoje conta com a dedicação de 128 servidores, funciona 24 horas de segunda a segunda, atendendo à população nas diversas situações, como acidentes de trânsito, de trabalho, vítimas de violência, problemas cardiorrespiratórios, intoxicação, queimaduras graves, crise hipertensiva, entre outros.

Nesses oito anos de Samu 192 e onze anos de Resgate Médico, milhares de vidas foram salvas, por isso a comemoração reuniu servidores de todas as épocas.  Como Alcilene Bandeira, enfermeira que estava no primeiro atendimento há 8 anos, hoje coordenadora de enfermagem do serviço. “Eu tenho orgulho de trabalhar no Samu. No início era apenas uma ambulância e uma Doblò, hoje somos regionalizados e atendemos a 23 municípios”.

O técnico de enfermagem, Marcos Luiz de Oliveira, com um ano de serviço, lembrou com emoção da primeira ocorrência que participou no dia 24 de fevereiro de 2011. “Para mim isso aqui é a realização de um sonho”.

O coordenador-médico, Sandro Bahia, que começou o trabalho no Resgate Médico, falou da satisfação de fazer parte do serviço. “Para mim, o Samu é essência da medicina, eu tenho orgulho de fazer parte desta equipe”.

André Luiz Moraes, enfermeiro-auditor da Secretaria de Saúde, foi coordenador do Resgate Médico e ajudou a implantar o Samu 192. André lembrou com orgulho da época da implantação do serviço. “Eu me orgulho de ter feito parte da primeira equipe, de saber que hoje temos o Samu mais bem treinado da Bahia, servimos de exemplo para outros municípios e fomos o primeiro do norte-nordeste”.

A coordenadora do Samu 192, Anne Catuzzo, ressaltou a importância da comemoração. “Nós comemoramos todos os anos, fazemos questão, pois consideramos esta data muito importante para vida de cada um”.

Também estiveram presente no evento o prefeito, Guilherme Menezes, e a secretária municipal de Saúde, Márcia Viviane Araújo Sampaio. Guilherme Menezes lembrou duas atitudes importantes do Governo Municipal em 2001: a municipalização do Hospital Municipal Esaú Matos e a implantação do Resgate Médico. “Se não fossem decisões políticas daquela época, nós não seríamos referência e não teríamos a presença do ministro da Saúde aqui inaugurando o Samu. Vocês estão de parabéns pelo excelente atendimento e é por isso que a população aplaude este serviço”.

Para Márcia Viviane, o mais importante no serviço é a união e a motivação de cada um. “Nós sabemos que todos aqui vestem a camisa do serviço, isso é muito importante”.  Viviane também anunciou a nova sede. “Nós em breve estaremos mudando para nova sede, localizada na Avenida Luiz Eduardo Magalhães. Tenho certeza que o novo espaço atenderá as necessidades de todos os servidores”.

Como funciona o serviço: Quando uma pessoa liga para o 192, sua chamada é recebida pelo teleatendente, que identifica o número que originou a chamada, o nome, o endereço e a queixa principal. Feito isso, a ligação é transferida para o médico-regulador, que determina, depois de ouvir a pessoa, a situação e a gravidade. Após a escuta, a ocorrência é encaminhada para o operador de frota, que dá seguimento ao atendimento, enviando a equipe até o local onde se encontra a vítima. Ao chegar ao local, a equipe avalia o quadro clínico do indivíduo e liga para o médico-regulador, informando-o sobre a situação, que determina o procedimento e a unidade para onde será encaminhada.