Serra evita comentar Pinheiro e culpa o PT

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de março de 2012 as 16:19, por: cdb

Serra evita comentar Pinheiro e culpa o PT

Alckmin diz que polícia estava preparada e admite uma violação aos direitos humanos

Por: Raoni Scandiuzzi, Rede Brasil Atual

Publicado em 09/03/2012, 19:10

Última atualização às 19:12

Tweet

São Paulo – O pré-candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo José Serra evitoucomentar hoje (9) as violações dos direitos humanos cometida durante e apósa invasão no Pinheirinho, em São José dos Campos. Para ele, “porparte do pessoal do PT tem um interesse praticamente só concentradono Pinheirinho”. Ele disse isso apóscobrar investigações em outros locais, que supostamente teriamhavido também violações dos direitos humanos. “Eu quero falarsobre as violações de direitos humanos também no Piauí, no Acre,na Bahia”, falou.

Perguntado sobre orelatório divulgado hoje pelo Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Humana de São Paulo (Condepe), Serra preferiu nãoresponder. O governador GeraldoAlckmin (PSDB) também não comentou o relatório, que relaciona 260 casos de violações dos direitos humanos, a partir dos depoimentos de 624 moradores desalojados do assentamento, uma série de violação a direitos na operação de reintegração. “A polícia de SãoPaulo é extremamente preparada, temos sim um caso que houve o abusoe os policiais já estão afastados”, comentou Alckmin. 

Para o governador, “uma ordem judicial foi cumprida com apresença de um representante do Tribunal de Justiça, do juiz dedireito”. A conduta de Serra e de Alckmin segue a tendênciaadotada pelos peessedebistas de tentar politizar o debate. Os críticos do caso consideram a desqualificação do assunto uma forma de desviar as discussões provocadas tanto pela violência da operação policial quanto pelas decisões judiciais que supostamente a teriam amparado.

Comments are closed.