Serra diz que sai do ministério até abril

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 14 de dezembro de 2001 as 19:33, por: cdb

O ministro, José Serra (PSDB), disse hoje que deve deixar o ministério até abril de 2002. Ele só não disse se após a saída se lançará como candidato á presidência da Republica ou para o Senado. “Para onde vou ainda vai ser resolvido. Para algum lugar eu vou”, disse. Com duas horas de atraso, o ministro veio à São Paulo para participar da comemoração dos 80 anos da Sociedade Beneficente de Senhoras do Hospital Sírio Libanês e também da inauguração do Memorial do hospital.

Serra se negou a comentar a desistência da candidatura à presidência do ministro da Educação, Paulo Renato Souza. “Só vou falar de política depois que sair do ministério”, afirmou. Ele disse ainda não estar sabendo do jantar que o presidente Fernando Henrique Cardoso poderá dar na próxima quarta-feira para conversar com possíveis pré-candidatos.

“Só fiquei sabendo disso pela imprensa”. O atraso do ministro ao evento de hoje foi, segundo ele, causado porque o avião que o trazia de, Brasília, não pode aterrisar no Aeroporto de Congonhas por causa da chuva. O ministro disse que o avião desviou a rota e foi obrigado a pousar no Aeroporto de Viracopos, em Campinas. De lá, Serra pegou um táxi, mas no meio do caminho foi “socorrido” pelo helicóptero de Carlos Mansur, que faz parte da comissão de finanças do hospital. “Foi uma epopéia chegar até aqui”, disse.

De acordo com a assessoria, Serra não tem nenhuma agenda marcada para hoje e deve permanecer o final de semana em São Paulo com a família.