Serra ataca Marta no horário eleitoral

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 1 de setembro de 2004 as 10:07, por: cdb

O candidato a prefeito de São Paulo pelo PSDB, José Serra, atacou a petista Marta Suplicy em seu programa de rádio desta quarta-feira, insistindo na frase é “mais difícil governar São Paulo do que o Brasil”. Apresentando falas do debate da última segunda-feira, na TV Record, Serra apareceu atacando a criação de taxas pela atual administração municipal, além da manutenção das escolas de lata, construídas no governo Celso Pitta.

O candidato do PSDB disse ainda que Marta gastou R$ 160 milhões com publicidade. Segundo ele, uma pequena parte desses recursos seria suficiente para resolver o problema das salas de aula de latinha.

Já a propaganda de Marta anunciou que nesta eleição o paulistano vai atuar como um jurado em um “julgamento”. Marta também pediu mais respeito a Serra.

– Nosso programa é como o advogado de defesa e os outros programas são de acusação – afirmou o locutor petista, acrescentando ainda que Serra não segue as regras e manipula dados para atacar a prefeita.

Para fechar o programa do PT, apresentou-se um jingle que pede a Serra mais respeito ao falar sobre o trabalho da prefeita. 

Luiza Erundina, do PSB, usou todo o seu tempo em um discurso no qual lembrou que os brasileiros tiveram decepções após as últimas três eleições presidenciais. Segundo Erundina, o governo do PSDB foi responsável pelo desemprego e pela concentração de renda, e a administração de Lula manteve a política econômica tucano, frustrando ainda mais o povo.