Sergipe é destaque em publicação nacional como ponto de turismo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 1 de janeiro de 2013 as 14:00, por: cdb
Atualizado em 02/01/13 19:49
Palácio Olímpio Campos, em Aracaju
Palácio Olímpio Campos, em Aracaju

A publicação indica o Palácio Museu Olímpio Campos, a Grota do Angico, o teatro Tobias Barreto e os municípios de Laranjeiras e São Cristóvão como itinerários atraentes e competitivos
O estado de Sergipe se firma como destino turístico histórico e cultural. A edição de dezembro da revista Lola Magazine traz o estado na seção ‘favoritos’: lugares, roteiros, descobertas e sabores. As opções de lazer sergipanas ficaram ao lado dos roteiros como Amesterdã, Nova York, Belém, Milão e a Catalunha.

A publicação indica o Palácio Museu Olímpio Campos, a Grota do Angico, o teatro Tobias Barreto e os municípios de Laranjeiras e São Cristóvão como itinerários atraentes e competitivos. A combinação de investimentos do Governo em infraestrutura, incentivos a empreendimentos privados, belezas naturais e cidades históricas tem proporcionado à Sergipe espaços em periódicos nacionais e internacionais. Em novembro, a edição especial da revista Folha do Turismo, que circula em Buenos Aires, trouxe Aracaju como matéria principal. Já no próximo mês, janeiro, a emissora de TV Record exibirá uma série especial de reportagens sobre o estado.

Investimentos

Os investimentos e a captação de recursos voltados à infraestrutura turística são crescentes. No início deste mês, o vice-governador, Jackson Barreto, reuniu-se com o secretário de Estado de Turismo, Elber Batalha, e com os representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para tratar do acordo que garante U$ 60 milhões para investimentos em turismo e capacitação profissional no estado. O empréstimo será disponibilizado através do Programa de Desenvolvimento do Turismo no Nordeste (Prodetur).

O secretário de Estado de Turismo, Elber Batalha, explicou que o diferencial do Prodetur é o fortalecimento da cadeia de serviços turísticos, como transporte, alimentação e hotelaria.

“Sergipe se habilitou a contrair empréstimo na ordem de U$ 60 milhões. A novidade desse Prodetur é que, além dos investimentos em infraestrutura, ele abrange também a qualificação profissional de todos que trabalham na cadeia de turismo, com cursos profissionalizantes de camareira, de recepcionista, a capacitação dos taxistas que circulam pela região Sul do estado e que transportam turistas. Vamos preparar essas pessoas para a inclusão no mercado de trabalho, que será criado com esses investimentos. Também temos ações na área de educação ambiental para o turista e para o município na divulgação de Sergipe no País e no exterior”, disse.

O Prodetur é um programa de crédito para o setor público que foi concebido tanto para criar condições favoráveis à expansão e melhoria da qualidade da atividade turística na Região Nordeste, quanto para melhorar a qualidade de vida das populações residentes nas áreas beneficiadas.O Programa é financiado com recursos do BID e tem o Banco do Nordeste como Órgão Executor.

As obras de ampliação da pista de pouso e decolagem e de construção do novo terminal de passageiros do aeroporto Santa Maria acompanham o crescimento turístico sergipano. Com orçamento de mais de R$ 400 milhões (R$ 306 milhões da Infraero e R$ 100 milhões do Governo do Estado), a reforma inclui a construção de um novo anel viário no entorno do aeroporto, o desmonte do que restou no Morro do Avião e a elaboração dos projetos da pista e da estação de passageiros, além dos estudos de impactos ambientais.

Além de dar suporte ao crescimento do turismo no estado, as melhorias no Aeroporto terão impacto no sistema viário da zona de expansão, já que facilitarão a integração dos bairros Atalaia, Aeroporto e Farolândia e Santa Maria.