Sergio Naya tem recursos negados e terá que indenizar vítimas do Palace II

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de agosto de 2001 as 18:39, por: cdb

As vítimas do desabamento do edifício Palace II, na Barra da Tijuca, comemoraram na tarde desta terça-feira a decisão do Superior Tribunal de Justiça, última instância à qual o ex-deputado Sérgio Naya pode recorrer contra as ações indenizatórias das quais é réu. Os advogados de Naya não conseguiram reverter a decisão que reconheceu o direito de as vítimas serem indenizadas por danos morais e materiais. O ministro do STJ, Barros Monteiro, negou sete recursos apresentados pela defesa do ex-parlamentar.

O ministro também não atendeu ao pedido dos advogados para que os bens de Naya e de suas empresas fossem liberados. Eles estão indisponíveis por decisão do Tribunal de Justiça do Rio.

Ao analisar esse pedido, Barros Monteiro entendeu que a liberação parcial dos bens teria de ser examinada pela Justiça do Rio, informou o STJ. O ministro também concluiu que, apesar de sucinta, a ordem que resultou no seqüestro dos bens trouxe a necessária motivação. “A decisão tem amplo respaldo legal”, disse Barros Monteiro.

Mariângela Gallucci