Sequestradores dos helicópterio iriam resgatar integrante do PCC

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 7 de julho de 2003 as 00:17, por: cdb

Jackson Cruz da Silva e João Moraes de Oliveira, que sequestraram um helicóptero na tarde deste domingo pretendiam resgatar Alexandre dos Santos, o Seco, suposto integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital, facção criminosa que atua nos presídios do Estado de São Paulo), condenado a 25 anos e quatro meses por assalto e que estava na unidade desde novembro.

O helicóptero, modelo Jet Ranger de prefixo PT-HII, que pousou na laje da penitenciária Adriano Marrey em Guarulho (Grande São Paulo), teria sido alugado no Campo de Marte (zona norte de São Paulo) por Jackson e João. Eles teriam dito que voariam até um prédio na avenida Cidade Jardim (zona sul), mas durante o vôo renderam o piloto e o obrigaram a mudar o curso até a penitenciária.

Na tentativa de fuga, a guarda penitenciária trocou tiros com os dois homens, que estariam armados com um fuzil. O piloto Alexandre Frederico de Almeira Colasso, de 29 anos, acabou sendo baleado no tórax e passa por cirurgia no HC (Hospital das Clínicas).