Senadores elogiam indicação do governo para presidência da Anac 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 2 de junho de 2011 as 09:10, por: cdb

A formação e a experiência profissional de Marcelo Pacheco dos Guaranys o credenciam para o cargo de diretor-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), na opinião dos senadores que compõem a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). Em reunião nesta quinta-feira (2), os parlamentares analisaram mensagem do Executivo indicando Guaranys, que será sabatinado na próxima quinta-feira (9).

O indicado é formado em Direito e Economia, tendo ainda concluído especialização em Direito Econômico e mestrado em Direito Público. Desde 2001 é Analista de Finanças e Controle da Secretaria do Tesouro, do Ministério da Fazenda. Atuou como diretor de Regulação Econômica da Anac entre 2007 e 2010 e, atualmente, é assessor da Secretaria para Setores de Infraestrutura da Casa Civil da Presidência da República.

– Tenho certeza de que vamos colocar na direção Anac alguém com capacidade de desenvolver um grande trabalho – disse o relator, senador Walter Pinheiro (PT-BA), ao citar participação de Guaranys no processo de implantação na Anac de medidas para garantir direitos dos usuários do transporte aéreo.

O relator destacou ainda atuação do indicado na construção de marco regulatório para concessão de aeroportos, experiência que Walter Pinheiro considera relevante frente às novas expectativas do país para a aviação civil. Guaranys é indicado para vaga decorrente do término do mandato de Solange Paiva Vieira.

Também o senador Vital do Rêgo Filho (PMDB-PB) apoiou a indicação e elogiou o governo federal por escolher técnicos para a direção das agências reguladoras.

Assim como o senador pela Paraíba, Blairo Maggi (PR-MT) disse ter percebido, em conversa com o indicado, o preparo de Guaranys para promover melhorias na aviação civil. Mesmo apresentando crítica pela centralização na gestão da Anac, Flexa Ribeiro (PSDB-PA) reconheceu a capacidade técnica do indicado.

– A presidenta Dilma tem sido bastante cuidadosa ao indicar dirigentes das agências reguladoras, observando competência técnica, o que não era feito no passado recente ­- disse Flexa Ribeiro, sendo apoiado por Cyro Miranda (PSDB-GO).

Biocombustíveis

A pedido do relator, Vital do Rêgo, foi retirado de pauta o PLS 135/2011, de autoria do senador Pedro Taques (PDT-MT). A proposta prevê estímulo ao uso de álcool combustível e biodiesel na aviação brasileira.Iara Guimarães Altafin / Agência Senado