Senadora reavalia e votará pela aprovação da reforma da Previdência

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de novembro de 2003 as 16:11, por: cdb

A senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) confirmou que votará pela aprovação da reforma da Previdência no primeiro turno, marcado para essa quarta-feira no plenário do Senado. A parlamentar era uma das dúvidas no bloco do governo, porque vinculava seu apoio à reforma à mudança das regras de transição, da paridade entre servidores ativos e inativos e das regras para a taxação dos aposentados.

Em discurso na tribuna do Senado, a parlamentar conclamou o PT a não se transformar num partido de direita por deixar de defender pontos pelos quais historicamente lutou. — – Quero permanecer no Partido dos Trabalhadores. Não quero que me considerem traidora. Traição é deixar o PT e ir para a direita. Neste momento de quase desespero eu digo: precisamos ter fidelidade partidária – disse.

Serys confirmou, no entanto, que na votação dos destaques, prevista para quarta-feira, ela trabalhará para que os pontos pelos quais luta sejam incluídos na Proposta de Emenda Constitucional (PEC) paralela, com o compromisso de votação rápida. – Vamos lutar para que na reforma da Previdência se considere, para valer, a questão da paridade, das regras de transição e dos inativos – afirmou.

Com a confirmação do voto da senadora mato-grossense, o PT vota praticamente unido pela reforma, já que o senador Paulo Paim (RS) afirmou que vota a favor do texto-base da reforma. A única dissidência confirmada no partido é da senadora Heloísa Helena (AL), que já afirmou várias vezes que votará contra a reforma proposta pelo presidente Lula ao Congresso Nacional.