Senado americano discute programa de combate à AIDS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 16 de maio de 2003 as 10:08, por: cdb

O Senado americano começou a discutir um programa de cinco anos que pode destinar US$ 15 bilhões para o combate à Aids na África e no Caribe.

O dinheiro seria utilizado para financiar exames, tratamento e prevenção em 14 países.

Uma coalizão de diplomatas africanos pediu urgência ao Senado para aprovar a legislação, que recebeu apoio maciço na Câmara dos Deputados.

Os diplomatas disseram que os Estados Unidos devem enviar um sinal ao resto do mundo de que todos os países têm que se engajar na luta contra a Aids.

O presidente americano, George W. Bush, afirmou que a luta contra a doença é um “imperativo moral” dos Estados Unidos.

Segundo Bush, o mundo deveria deveria confrontar fortemente a epidemia.

Os países africanos que devem receber ajuda são Botsuana, Costa do Marfim, Etiópia, Quênia, Moçambique, Namíbia, Nigéria, Ruanda, África do Sul, Tanzânia, Uganda e Zâmbia.

No Caribe, receberão ajuda a Guiana e o Haiti.