Semulsp leva dois caminhões-pipa e 60 garis para combater incêndio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 18 de abril de 2012 as 15:26, por: cdb

A ação de combate ao incêndio que destruiu cerca de 70 imóveis na rua Boa Sorte, Beco Bragança, no bairro Presidente Vargas (Matinha), nesta quarta-feira, 18, contou com a participação fundamental da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) cujos caminhões-pipa chegaram antes das unidades dos Bombeiros e ajudaram a debelar as chamas. Os caminhões-pipa foram acionados assim que a fumaça do  incêndio foi avistada na sede da secretaria, que fica no bairro da Compensa (Zona Oeste).

Assim que os dois veículos chegaram, os moradores e vizinhos começaram a ajudar a estender as mangueiras pra ajudar. Uma equipe de 60 garis também foi mobilizada e ajudou na retirada dos móveis das casas que estavam sob o risco de incendiar.

“Se não fossem eles, muita gente teria perdido tudo! Quando eles chegaram, as chamas já estavam se espalhando e ninguém sabia o que fazer. Todo mundo desesperado. Eles que nos ajudaram a salvar o pouco que temos”, contou a moradora Cilene Alves.

Os caminhões-pipa disponibilizados pela Semulsp têm capacidade para 10 mil litros de água, cada. Precisaram ser abastecidos várias vezes, num total aproximado de 100 mil litros d’água utilizados no combate ao incêndio e também para reabastecer o caminhão dos Bombeiros, com capacidade para cinco mil litros.

“Nós estamos dando todo o apoio necessário aos bombeiros e as famílias. Além de fornecer água para apagar o incêndio, nossos servidores ajudam as famílias na retirada dos móveis. Depois ainda atuaremos na retirada do entulho que ficar no local”, afirma Túlio Kniphoff, subsecretário municipal de limpeza pública.

Depois que o incêndio foi encerrado, a Semulsp ajudou a devolver os móveis para dentro das casas que foram salvas das chamas e após sua liberação para a Defesa Civil do Município.

Quanto à limpeza do local, ela será iniciada assim que a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros liberarem a área para os trabalhos. Por enquanto, o local é cena de sinistro e está sob investigação para abertura de inquérito policial.

 

Assessoria de Imprensa da SemulspSolange Eliassolange.elias@pmm.am.gov.br3216-8014  8844-5272 9106-4631Foto: D’CastroFacebook.com/Semulsp Limpeza Pública@semulsp