Seminário discute lei que destina cotas para negros nas universidades

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de fevereiro de 2003 as 14:22, por: cdb

O sistema de cotas para negros e para alunos de escolas públicas, em vigor nas universidades do estado do Rio de Janeiro, será alvo de uma nova discussão amanhã (27), das 10h às 13h, durante seminário promovido pela Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação.

De acordo com o secretário Fernando Peregrino, o objetivo é “dissipar a polêmica em torno da questão”. Participarão do encontro, na sede da secretaria, no centro do Rio, representantes do Ministério da Educação, Secretaria Estadual de Educação, União Nacional dos Estudantes (UNE), além de outros órgãos e entidades.

O sistema de cotas, criado por lei aprovada pela Assembléia Legislativa fluminense, destina 40% das vagas para estudantes declarados negros ou pardos e 50% para alunos provenientes de colégios públicos do estado. Implantado pioneiramente na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e na Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), o sistema terá sua adoção em caráter nacional discutida em abril próximo, pelo Conselho Nacional de Educação.