Seminário defende integração no setor público para combater corrupção

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 1 de junho de 2011 as 08:40, por: cdb

Participantes da abertura do 2º Seminário Nacional de Fiscalização e Controle de Recursos Públicos elegeram como principal desafio para evitar desvios e aperfeiçoar a aplicação dos recursos públicos a integração entre os órgãos da administração pública.

O presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, deputado Sérgio Brito (PSC-BA), defendeu a transparência na fiscalização de recursos públicos. “As investigações devem ser feitas à luz do dia. Um gestor público correto terá todo o interesse de demostrar suas contas. O sigilo só favorece quem tem algo a esconder”, argumentou.

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Carlos Ayres Britto, destacou que “a convergência de energia trará frutos em quantidades para o aperfeiçoamento e o combate ao ponto estrutural de vulnerabilidade do País, que é a corrupção”.

O secretário-geral de Controle Externo do Tribunal de Contas da União, Guilherme Henrique de La Roque Almeida, também ressaltou a necessidade de haver uma ação conjunta dos órgãos internos e externos de controle.

O diretor substituto da Polícia Federal, Paulo de Tarso Teixeira, reforçou a necessidade dessa integração também em virtude da grande quantidade de inquéritos relacionados ao desvio de recursos públicos. “Essa questão já vem sendo encarada com prioridade pelas superintendências”, disse.

A mesa de abertura do seminário foi encerrada há pouco. Também participaram da cerimônia o advogado-geral da União substituto, Fernando Luiz Faria, o subprocurador-geral do Ministério Público de Contas, Paulo Soares Bugari, e o secretário Federal de Controle Interno da CGU, Valdir Agapto Teixeira.

O evento prossegue no Plenário 2.

Continue acompanhando esta cobertura

Tempo real:08:32 – Seminário discute fiscalização e controle de recursos públicosReportagem – Rachel Librelon
Edição – Wilson Silveira