Sem-terra fecham rodovia no Nordeste

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 1 de novembro de 2002 as 18:21, por: cdb

Cerca de 150 famílias de trabalhadores rurais, ligadas ao Movimento dos Sem-Terra (MST), bloquearam nesta sexta-feira pela manhã parte da pista da AL-101 Norte, próximo ao povoado de Riacho Doce, no litoral Norte de Maceió. Os sem-terra pedem comida e assistência médica para as crianças. Eles estão acampados às margens da rodovia em barracas cobertas de lonas de plástico preto.

“Há quatro anos estamos acampados nesta região, várias fazendas foram desapropriadas, e as autoridades ainda não destinaram uma área para a nossa comunidade”, reclamou Maria José Araújo, da coordenação do MST em Alagoas.

Segundo ela, as crianças do acampamento são as que mais sofrem com a situação de fome e miséria: “Quando não morre, antes de completar um ano, fica doente e se cria desnutrida”, afirma. O bloqueio – feito com troncos e palhas de coqueiro – durou até o início da tarde e provocou um grande congetionamento na rodovia, que liga a capital às cidades do litoral Norte do Estado.

Os sem-terra desbloquearam a rodovia porque a Comissão de Direitos Humanos da PM prometeu intermediar suas reivindicações. Eles disseram que, se as 40 cestas-básicas reivindicadas não forem entregues, vão interditar os dois lados da pista.