Sem Neymar, Santos perde para o Figueirense na Vila

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 24 de setembro de 2011 as 17:11, por: cdb

Há oito jogos invicto e em busca da mais um triunfo, o Santos enfrentou o Figueirense na noite deste sábado (24), mas acabou derrotado pelos catarinenses por 3 a 2, na Vila Belmiro, pela 26ª rodada do Brasileirão.

 

Com a vitória, o Figueirense chegou aos 36 pontos e ocupa a décima posição. O Santos, com 35, caiu para a 11ª colocação.

 

Sem suas principais estrelas, o Peixe começou a partida com um susto logo aos sete minutos. Júlio César cobrou falta da entrada da área, a barreira abriu e a bola foi no meio do gol, enganando  Rafael, que caía para o lado esquerdo e não conseguiu fazer a defesa.

 

O Santos, atrás no marcador, logo ditou o ritmo e em boa jogada pela esquerda, Léo serviu Borges, que dominou e encheu o pé, de fora da área para empatar o duelo, aos 24 minutos de bola rolando.

 

As ausências de Neymar, Elano e Ganso encorajaram o Figueirense a atacar, e após cobrança de escanteio santista, os catarinenses partiram em velocidade no contra-ataque, e Wellington Nem foi lançado para sair frente a frente com Rafael e bater na saída do goleiro santista: 2 a 1.

 

O Peixe não desistiu e voltou a atacar. Nos acréscimos, Léo recebeu ótimo passe na esquerda, e de primeira, soltou a bomba para vencer Renan e empatar novamente, aos 46 minutos.

 

Após o intervalo, o jogo perdeu a velocidade da primeira etapa, mas o Santos buscou o gol com mais intensidade. Borges desperdiçou boa oportunidade logo aos seis minutos, ao cabecear bom cruzamento de Léo, mas a bola subiu e tirou tinta do travessão.

 

Em outra chance santista, Danilo cobrou falta na área, pelo alto, e a zaga afastou. O rebote sobrou para Borges, que bateu forte, mas a bola passou perto da trave e não entrou.

 

O Figueira seguiu nos contra-ataques e aos 40 minutos, Wellington Nem foi lançado, invadiu a área e foi derrubado por Léo. Na cobrança da penalidade, Júlio César bateu firme no canto esquerdo de Rafael e decretou a vitória dos catarinenses na Vila Belmiro.

 

O próximo compromisso do Santos acontece no sábado (1º), contra o Fluminense, fora de casa, já o Figueirense terá pela frente o Coritiba, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

 

Ficha técnica

Santos 2 x 3 Figueirense

Árbitro: Héber Roberto Lopes (PR);
Assistentes: Roberto Braatz (PR) e Luiz H Souza Santos Renesto (PR);
Quarto árbitro: Claudinei Forati Silva (SP);
Data: 24 de setembro, às 18h;
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.

Santos: Rafael; Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Henrique, Ibson (Tiago Alves) e Felipe Anderson (Pará); Alan Kardec (Diogo) e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho.

Figueirense: Ricardo; Bruno, Édson, Roger Carvalho e Juninho (Hélder); Ygor, Coutinho, Wilson Pittoni e Jean Deretti (Rhayner); Wellington Nem e Júlio César.
Técnico: Jorginho.

Gols: Júlio César (FIG), aos 7, Borges (SAN), aos 24, Wellington Nem (FIG), aos 26, e Léo (SAN), aos 46 minutos do primeiro tempo; Júlio César (FIG), aos 39 minutos do segundo tempo.

CA: Jean Deretti e Edson Silva (FIG); Léo (SAN)