Seleção Olímpica vence no Quatar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 16 de janeiro de 2003 as 16:38, por: cdb

A seleção olímpica do Brasil conquistou na tarde desta quinta-feira sua primeira vitória no Torneio Internacional do Qatar ao bater a República Tcheca por 2 a 0, com gols de Robert e Kaká.

Com esta vitória o Brasil se recupera do tropeço da estréia, quando apenas empatou em 1 a 1 com a Noruega. No primeiro jogo do grupo B realizado nesta quinta, a seleção norueguesa empatou de novo: 1 a 1 com a China.

O Torneio do Qatar é o primeiro passo da prepração da seleção brasileira visando os Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. A competição também marca a estréia do técnico Ricardo Gomes na equipe.

O Brasil volta a jogar pelo grupo B do Torneio do Qatar na próxima segunda-feira, contra o Egito. O encerramento da primeira fase será diante da China.

O jogo

A seleção começou a partida com apenas uma modificação em relação ao time que empatou com a Noruega na estréia. O técnico Ricardo Gomes resolveu colocar o atacante Marcinho no time titular, no lugar de Nenê.

Em campo, o time esteve totalmente diferente. A seleção pressionou a República Tcheca o tempo inteiro, e só não goleou porque os atacantes falharam bastante na hora da conclusão.

O primeiro lance de perigo surgiu aos 2min de jogo. Kaká, o melhor do jogo, chutou da entrada da área e obrigou o goleiro Kolar a fazer uma grande defesa. Na primeira etapa o craque do São Paulo teve outras duas ótimas oportunidades para marcar, ambas defendidas bom goleiro tcheco.

Os melhores momentos da seleção brasileira aconteceram em enfiadas de bola. Mal posicionada, a defesa da República Tcheca cansou de ver os jogadores do Brasil entrarem livres na área.

E foi num lance assim que a seleção abriu o marcador. Aos 27min o lateral Michel deu um bicão para frente. A zaga tcheca cometeu um erro grotesco e Robert dominou a bola, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Kolar.

Durante todo o primeiro tempo, a República Tcheca teve apenas um lance de perigo. Foi aos 38min, num chute forte de Licka defendido pelo goleiro Rubinho.

Na segunda etapa, a seleção brasileira continuou perdendo gols, mas em menor quantidade. Aos 6min, Robert entrou novamente livre na área, mas desta vez perdeu o lance para Kolar.

O goleiro tcheco voltou a brilhar sei minutos depois, espalmando um chute de Kaká de fora da área. O mesmo Kaká perdeu outra boa oportunidade aos 25min, chutando para fora.

De tanto tentar, o astro do São Paulo finalmente achou o gol. Aos 27min ele recebeu livre na área, driblou o goleiro e chutou rasteiro para ampliar o marcador.

A República Tcheca tentou reagir, mas não conseguiu passar pela defesa brasileira. A situação do time europeu ficou ainda mais difícil quando o seu melhor jogador, o meia Licka, foi expulso de campo com o brasileiro Michel, aos 40min.

Nos minutos finais, a seleção brasileira tocou a bola de um lado para o outro e arrancou gritos de “olé” da torcida de Doha, no Qatar.