Seleção Feminina enfrenta Guiné Equatorial nesta quarta-feira

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 4 de julho de 2011 as 11:16, por: cdb
O terceiro jogo da Seleção Brasileira Feminina será em Frankfurt, contra a Guiné Equatorial

O terceiro jogo da Seleção Brasileira Feminina será em Frankfurt, contra a Guiné Equatorial, nesta quarta-feira. Para a disputa, a delegação brasileira desembarca em Frankfurt nesta segunda-feira.  O vale o primeiro lugar do Grupo D. A Guiné perdeu os dois primeiros jogos, a Austrália e a Noruega venceram um.

O técnico Kleiton Lima enalteceu a atuação coletiva dsa Seleção Brasileira na vitória de 3 a 0 sobre a Noruega, ocorrida neste domingo, no estádio FIFA Wolfsburg, na cidade de Wolfsburg, na Alemanha, pela segunda rodada da fase inicial da Copa do Mundo de Futebol Feminino.

Com a vitória, o time brasileiro chegou aos seis pontos, decorrentes de dois resultados favoráveis, liderando o Grupo D, de forma isolada. Neste domingo, as jogadoras que participaram da partida contra a Noruega fizeram um trabalho regenerativo com o fisioterapeuta Marcelo Massaia. Enquanto as demais trabalharam na academia com o preparador físico Eduardo Oliveira.

A Seleção Brasileira feminina de futebol não deu chances para a adversária. Em jogo válido pelo Grupo D na Copa do Mundo da Alemanha, as meninas derrotaram a Noruega em Wolfsburg, chegaram aos seis pontos e de quebra garantiram a classificação para a próxima fase de forma antecipada.  Com um gol no primeiro tempo e outros dois no início da segunda etapa, a equipe chegou a segunda vitória em dois jogos na competição.

O Brasil aproveitou a bobeada da zagueira norueguesa que não dominou a bola direito aos 21 minutos da primera parte do jogo para abrir o placar. Na jogada Marta ainda cometeu falta na defensora, mas a arbitragem não viu. Sem tem nada a ver cmo isso, a brasileira invadiu a área e chutou forte para fazer 1 a 0.

O segundo tempo foi avassalador e as meninas decidiram o duelo rapidamente. No primeiro minuto, a camisa 10 arrancou pela esquerda, dribou a zaga rival e tocou para Rosana finalizar firme para ampliar o marcador. Dois minutos depois, Marta fez seu segundo gol no confronto aproveitando mais um erro da defesa da Noruega. Cristiane dividiu a redonda com a goleira e na sobra a melhor do mundo livre de marcação mandou para o fundo das redes para fechar o placar para o Brasil: 3 a 0.

A Copa do Mundo de futebol feminino sofreu com um erro de arbitragem neste domingo quando a zagueira da Guiné-Equatorial segurou a bola com as mãos dentro da área por alguns segundos, e o árbitro mandou o lance seguir.
O bizarro incidente aconteceu quando as africanas perdiam por 1 x 0 para a Austrália.

Imagens da TV mostraram que um chute da atacante australiana Leena Kharmis acertou a trave e no rebote a zagueira Bruna, da Guiné-Equatorial, agarrou a bola, aparentemente acreditando que o jogo tinha parado.

Após segurar a bola por ao menos 3 segundos, ela a deixou cair no campo, mas o árbitro húngaro Gyoengyi Gaal mandou o jogo seguir, ignorando os protestos das australianas e a descrença geral no incidente.

As africanas empataram pouco depois, mas a Austrália venceu por 3 x 2.

A FIFA mencionou o incidente em seu site e a revista alemã Kicker disse que um oficial da FIFA pediu desculpas na entrevista coletiva pós-jogo.

– Nós todos sabemos que houve um incidente. Falamos com o árbitro. Ele disse que sente muito por isso e que não viu a clara mão na bola –, teria dito a comissária da partida Karen Espelund.

A FIFA está estudando o uso da tecnologia quando não for muito claro se a bola ultrapassou a linha do gol, mas não em casos de penalidades dentro da área como nesse domingo.

Algumas competições estão agora usando dois auxiliares adicionais atrás dos gols para ajudar o árbitro a apontar incidentes na área, mas a Copa do Mundo feminina não está entre elas.