Seleção brasileira massacra a Bolívia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 7 de janeiro de 2003 as 21:15, por: cdb

Foi fácil demais. A Seleção Brasileira goleou a Bolívia por 7 x 0, nesta terça-feira, e praticamente garantiu a classificação para a fase final do Sul-Americano Sub-20 do Uruguai.

A equipe do técnico Valinhos soma agora seis pontos em dois jogos pelo Grupo A do torneio. Pelo regulamento da competição, os três primeiros colocados – num grupo de cinco, onde todos jogam contra todos – obtêm vaga.

O próximo desafio brasileiro será na quinta-feira, às 23h (horário de Brasília), contra os donos casa.

A Seleção iniciou a partida exercendo uma forte marcação já no campo de defesa rival. Com isso, os bolivianos tiveram extrema dificuldade para sair jogando.

E não demorou muito para a pressão brasileira, que priorizou jogadas ofensivas pelo lado direito de seu ataque, dar resultado.

Logo aos 7min, após boa tabela do ataque brasileiro, Dagoberto apareceu livre na área e chutou. O goleiro Nandauca defendeu, mas Carlos Alberto pegou o rebote e finalizou: 1 x 0.

Quatro minutos depois, a Seleção chegou ao seu segundo gol. Novamente pelo lado direito, Daniel Carvalho tocou para Felipe Melo invadir a área boliviana e chutar: 2 x 0.

O terceiro gol da Seleção, marcado aos 17min, teve outra vez como protagonistas Daniel Carvalho e Felipe Melo. Dessa vez, Carvalho cruzou para o atacante do Flamengo cabecear sozinho: 3 x 0.

Um pênalti cometido por Gutierrez em Dagoberto, aos 21min, foi o responsável pelo quarto gol brasileiro. O próprio Dagoberto bateu e marcou.

Com a vantagem, a Seleção Brasileira afrouxou a marcação, deixando a equipe rival tocar a bola em seu campo de ataque.

Porém os pouco habilidosos jogadores bolivianos não levaram perigo ao gol de Jefferson (a única finalização da equipe foi feita aos 40min).

A Seleção voltou para o segundo tempo sem muito ímpeto, sem marcar os rivais com intensidade. Já os bolivianos começaram abusar das faltas duras para deter as ações ofensivas dos adversários.

Para piorar, os brasileiros passaram a falhar nas finalizações. Com isso, o quinto gol saiu apenas aos 25min.

Dagoberto, pelo lado esquerdo do ataque brasileiro, recebeu lançamento e avançou em diagonal para a área boliviana. Após driblar um rival, chutou forte, sem chances para o goleiro: 5 x 0.

No minuto seguinte, no outro lado do campo, Dagoberto avançou e chutou cruzado. O goleiro Nandauca desviou, porém Dudu aproveitou o rebote para tocar para o gol: 6 x 0.

William, aos 43min, fechou o placar, aproveitando-se de um rebote do goleiro boliviano.