Seixas Corrêa é o candidato do Brasil para a direção da OMC

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 7 de outubro de 2004 as 20:47, por: cdb

O governo brasileiro vai lançar a candidatura do embaixador Luiz Felipe Corrêa ao cargo de Diretor-Geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), e já está realizando consultas entre seus parceiros, informou hoje o porta-voz do Itamaraty, Ricardo Neiva Tavares.

O mandato do atual diretor, o tailandês Supachai Panitchpakdi, termina em setembro de 2005. O lançamento oficial da candidatura de Seixas Correa deve ser em dezembro. O Uruguai também tem um candidato, o assessor para Assuntos de Comércio Internacional da Presidência do Uruguai, Carlos Perez Del Castillo.

O embaixador Seixas Corrêa, formado em Direito pela Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro, ocupou duas vezes o cargo de Secretário-Geral do Itamaraty, foi embaixador no México, na Espanha e na Argentina. Atualmente é representante permanente do Brasil junto à OMC e às Nações Unidas, em Genebra.

– O Governo brasileiro acredita que o embaixador Seixas Corrêa poderá, caso eleito, contribuir susbstancialmente para o fortalecimento da OMC, do sistema multilateral de comércio e para a conclusão exitosa da Rodada de Doha – diz nota do Itamaraty.

– (Seixas Corrêa) Vem exercendo papel relevante, por todos reconhecido, no contexto das negociações da Rodada de Doha, na coordenação do Grupo dos 20 em Genebra e em outras importantes negociações internacionais – diz a nota.

A OMC, fundada em 1995, é formada por 145 países e está sediada em Genebra, na Suíça.