Seis municípios do Rio terão Centro de Saúde Auditiva

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 4 de junho de 2007 as 21:09, por: cdb

Crianças em fase de aquisição de linguagem, escolares, adultos e idosos serão beneficiados com o Programa de Saúde Auditiva, realizado pela Abrae -Associação Brasileira de Assistência ao Excepcional. O projeto começa neste mês em parceria com o Ministério da Saúde que habilitou a instituição para atender às pessoas maiores de três anos que apresentam suspeita de perda auditiva e necessitam de prótese.  O programa será realizado nos municípios de São Gonçalo, Itaboraí, Rio Bonito, Tanguá, Cachoeiras de Macacu e Silva Jardim em Média Complexidade.

Durante o serviço da Abrae serão realizadas ações de promoção e prevenção de saúde auditiva, além de reabilitação através do Aparelho de Amplificação Sonora Individual. A população deverá se dirigir às secretarias de saúde de seus municípios a fim de se cadastrarem no Programa.

O paciente ao chegar à unidade e será feita uma primeira avaliação com otorrinolaringologista, fonoaudiólogo, assistente social e psicólogo, após a realização dos exames e caso seja comprovada a deficiência auditiva o paciente passará pelo processo de adaptação da prótese.

Após colocação da prótese ele, terá, ainda, direito à terapia   para reabilitação e acompanhamento. O atendimento é gratuito e os aparelhos utilizados são os melhores do mercado. 

A criação do Programa de Saúde Auditiva pelo Ministério da Saúde viabilizará a integração de milhares de pessoas à sociedade.

Dados informam que a cada  3 a 5 bebês entre 1000 nascem surdos e 24,5 milhões de brasileiros são portadores de algum tipo de deficiência auditiva, embora a surdez possa ser diagnosticada desde o nascimento com a realização do Registro de Emissões Otoacústicas.