Seguranças de Wellington Dias se envolvem em tiroteio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 20 de outubro de 2003 as 17:43, por: cdb

Os seguranças do governador do Piauí, Wellington Dias (PT), se envolveram num tiroteio com uma gangue na Vila do Arame, na Zona Sudeste de Teresina, na madrugada desta segunda-feira. O Batalhão da Polícia Militar (PM) foi acionado para conter a ação das gangues no local. O governador estava fazendo uma visita a um médico que presta serviços à Coordenação Integrada da Pessoas Portadora de Deficiência (Ceid), próximo à vila, quando houve o tumulto.

O capitão Carlos Augusto Sousa, chefe do Gabinete Militar, afirmou que não
houve envolvimento do carro do governador com o tiroteio. Ele assegurou que o governador estava dentro da casa do médico quando houve o confronto. O capitão confirmou que os seguranças do governador ajudaram a PM durante o tiroteio.

Sobre os comentários de que o carro do governador havia sido alvejado, o chefe do gabinete militar disse que o veículo está à disposição para quem quiser periciar. – Não existe nada disso. Tudo foi um mal entendido. O governador, em nenhum momento, sofreu riscos – adiantou.

O delegado da área, Ademar Canabrava, do 12° Distrito Policial, informou que não foi feito nenhum boletim de ocorrência ou registro na sua delegacia.

– Oficialmente não houve nenhuma ocorrência ou nenhum problema neste
sentido – assegurou. A visita do governador Wellington Dias se deu por conta do aniversário do médico que trabalha junto com a primeira-dama, Rejane Dias. Ele esteve no local por volta de 1h..