Secretário-geral da ONU conclui visita oficial ao Equador

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de novembro de 2003 as 02:36, por: cdb

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Koffi Annan, concluiu na última segunda-feira uma visita oficial ao Equador, que começou na sexta-feira passada, na segunda escala de sua viagem pela América do Sul que começou no Chile e que prosseguirá no Peru e na Bolívia.

Annan viajou nessa noite rumo a Lima depois de concluir sua agenda oficial em Quito, que incluiu uma reunião com o presidente equatoriano, Lucio Gutiérrez, com quem analisou os efeitos na região andina do conflito colombiano, a dívida externa e os projetos da ONU. Em seu último dia no Equador, Annan ratificou sua percepção de que a solução para o conflito colombiano não passa por uma saída militar.

– O tema da Colômbia é preocupante não só para a Colômbia, mas por seu impacto na região. A idéia é conseguir uma solução pacífica; não pode haver uma solução militar – declarou em uma coletiva de imprensa que ofereceu junto com o presidente Gutiérrez.

Annan destacou também o apoio do Equador aos deslocados colombianos que chegaram ao país fugindo da violência em seu território.

O secretário-geral da ONU se comprometeu a redobrar o apoio a este esforço equatoriano de acolher os deslocados colombianos, embora reconheça que é um fenômeno que só poderá diminuir ‘conseguindo a paz, uma paz duradoura na Colômbia para que o povo se sinta seguro’.

Ele insistiu que a ONU está disposta a continuar brindando assistência às iniciativas de paz que possam surgir na Colômbia, mas lembrou que o diálogo com os rebeldes e paramilitares colombianos é concorrência do governo dessa nação.

Annan escutou, além disso, o pedido de Gutiérrez para que apóie iniciativas para reduzir o peso da dívida externa equatoriana (de mais de US$ 16 bilhões somada pública e privada) na economia nacional.

A visita de Annan ao Equador também esteve marcada pelas mostras de afeto que lhe ofereceram, não só as autoridades, mas das pessoas que se reuniam espontaneamente nas ruas para saudar o personagem em seus deslocamentos seguidos por um grande grupo de segurança policial que lhe acompanhou a todos os lados.

Annan, que começou na sexta-feira sua visita ao Equador na cidade portuária de Guayaquil, também visitou as ilhas Galápagos, cerca de mil quilômetros ao oeste do litoral continental.
O secretário-geral da ONU recebeu várias condecorações por parte da Presidência, do Congresso, da Prefeitura de Guayaquil e da de Quito.

Também teve tempo para reunir-se com representantes das organizações sociais equatorianas e avaliar o trabalho feito nesta nação andina pelos diferentes escritórios da ONU.