Secretário do Tesouro preve retomada do nível de investimentos em 2012

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 16:48, por: cdb

Danilo Macedo
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, disse hoje (28) que o superávit primário das contas do Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) em janeiro, de R$ 20,8 bilhões, é o maior para o mês. Considerando a série de todos os meses, perdeu apenas para setembro de 2010, que registrou R$ 26 bilhões de superávit devido ao processo de capitalização da Petrobras, que gerou receita de R$ 31,9 bilhões.

Ele prevê que a queda no volume de investimentos do governo federal em janeiro não vai se manter ao longo do ano. Na comparação com o mesmo mês de 2011, os recursos para investimentos cairam de R$ 7,9 bilhões para R$ 6,5 bilhões (-17,4%). Ele atribuiu o ritmo menor ao estágio ainda inicial da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

“Nós achamos que ao longo do ano isso reverte e vamos poder ter um crescimento dos investimentos. É normal, quando se tem uma nova série de investimentos, como é o caso do PAC 2, que ele demore um pouco para poder ter o pagamento. Entre fazer uma licitação, iniciar uma obra e ter todas as licenças ambientais leva um tempo. Só depois começa o pagamento. Foi assim no PAC 1 e vai ser assim no PAC 2”, disse Augustin.

O secretário do Tesouro Nacional disse que 2012 é um ano de recuperação do antigo patamar de investimentos de antes da crise financeira internacional e que os investimentos públicos contribuirão para isso. Em relação à inflação, Augustin avaliou que o conjunto de preços segue uma tendência positiva para o ano.

Edição: Vinicius Doria