Secretário de Segurança faz balanço do início de sua gestão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 10 de maio de 2003 as 10:38, por: cdb

O secretário estadual de Segurança Pública, Anthony Garotinho, fez neste sábado pela manhã um balanço de suas duas primeiras semanas à frente da secretaria. Durante participação no programa Bom Dia Governadora, na Rádio Tupi, Garotinho enumerou as principais ações que estão sendo implementadas para reduzir os índices de criminalidade no estado, principalmente a partir de mudanças operacionais, da compra de novos equipamentos e de punições aos maus policiais.

Entre as novidades, o secretário anunciou a compra de 234 novas viaturas (Blazers e Gols), que já deverão estar patrulhando a Região Metropolitana nos próximos dias.

De acordo com o secretário, as viaturas serão utilizadas pelo Grupamento Especial Tático Móvel (Getam) em rondas pelas áreas onde são registrados os maiores índices de homicídios, roubos e furtos e nas principais vias da cidade.

– A Avenida Brasil, As Linhas Vermelha e Amarela, e as avenidas Suburbana, das Américas e Automóvel Clube terão um super-reforço no policiamento ostensivo – anunciou, lembrando que os novos carros também poderão ser utilizados pelo Grupamento de Ação Tática (Gat), equipes criadas pelo secretário para atuar como mini-Bopes dentro de cada um dos 21 batalhões da Região Metropolitana.

Entre as ações destacadas, Garotinho também lembrou que quatro helicópteros estão fazendo o patrulhamento aéreo da cidade do Rio, da Baixada, de Niterói e de São Gonçalo e que já foi adquirido um moderno aparelho de interceptação telefônica para captar 800 chamadas simultaneamente.

– Queremos a polícia limpa, a serviços do bem. Em doze dias, já punimos treze policiais. Ontem, prendemos dois – um tenente e um sargento que faziam escolta para os bondes do mal do traficante Fernandinho Beira-Mar. Eles foram identificados através de uma fita de vídeo, que será apresentada por nós na segunda-feira, mostrando a conversa entre um deles e um distribuidor do tráfico. Vamos ser duros com os criminosos, mas também não vamos admitir a presença de maus policiais na corporação – assegurou.

Quanto às investigações sobre a bala que atingiu a estudante Luciana Gonçalves de Novaes na Universidade Estácio de Sá, no Rio Comprido, na última segunda-feira, o secretário afirmou que a apuração do crime “está tomando outra direção”.

– Não vou dar nenhuma informação precipitada, mas pela fita do circuito interno da Universidade e pelas investigações que estamos fazendo, posso dizer que há 95% de possibilidade de o tiro ter sido disparado de dentro do próprio campus. São informações do delegado que cuida do caso e isso muda o caminho das investigações – informou o secretário.

Garotinho anunciou também que já está preso um dos responsáveis pelas supostas ameaças feitas a colégios do Rio nesta sexta-feira, ameaçando ataques caso os estabelecimentos não fossem fechados. De acordo com o secretário, existiram dois tipos de telefonemas, ambos com falas ameaças.

– Um era o trote mesmo, feito até por alunos que não queriam ter aulas. No outro, uma pessoa ligava dando o número de uma conta em um banco para o depósito de dinheiro e foi através dela que conseguimos prender o responsável – concluiu.