Secretaria dos Transportes divulga balanço de multas e acidentes

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 17 de abril de 2012 as 15:48, por: cdb

O secretário municipal dos Transportes, Rodrigo Oliveira, divulgou à Imprensa o balanço de multas e acidentes ocorridos em Limeira no ano de 2011. A coletiva ocorreu nesta terça-feira, 17 de abril, na Prefeitura.

De acordo com dados da Secretaria, a frota de Limeira aumentou 12,09% entre 2010 e 2011. Atualmente, são 177.117 veículos: deste total 60,3% são automóveis e 22,1% são motocicletas, motonetas e ciclomotores. Além disso, mais de 30 mil veículos de outras cidades passam pelo município diariamente.

Até o momento, foi arrecado por meio de multas processadas em 2011 R$ 4.906.086,89, que correspondem a 55,9% do total processado. Oliveira explica que isso se deve ao fato de que algumas pessoas preferem quitar a multa junto com o licenciamento, o que está ocorrendo durante este ano.

São 30.354 multas ainda não pagas. O valor arrecadado será aplicado exclusivamente em sinalização, engenharia de tráfego, campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito.

As multas manuais, efetuadas por agentes de trânsito, aumentaram quase 200%, em relação a 2010. O secretário esclarece que houve contratação de mais 18 profissionais: hoje são 38, quase o dobro.

As multas referentes à Área Azul praticamente dobraram, devido à ampliação de cerca de 3 mil vagas, além da mudança para cobrança digital, o que facilitou o trabalho.

Já as autuações dos radares foram reduzidas de 80.381, em 2010, para 59.808, em 2011. Isso se deve, segundo Oliveira, ao fato de os motoristas se acostumarem com a localização dos radares e reduzirem a velocidade para não serem multados. O secretário alerta ainda que essa manobra é perigosa e pode causar acidentes.

Ao todo foram registradas 85.106 multas. Os principais enquadramentos são por excesso de velocidade (59.808), estacionamento irregular (14.297) e falta do cinto de segurança (6.966).

Acidentes
Com relação a acidentes de trânsito, a variação de 2010 para 2011 é de 7%, com 4.730 ocorrências no ano passado. Foram 1.981 acidentes com feridos e 14 com vítimas fatais no local, esse último ponto corresponde a 30% a menos que o verificado em 2010. Esses dados são relativos a casos que geraram boletins de ocorrência.

O período mais crítico é o das 17 às 18h, em que ocorreram 439 acidentes. Entre 16h e 19h, foram 1.103. Os veículos envolvidos são, na maioria das vezes, automóveis utilitários: 6.386, seguidos por 1.494 motocicletas e 473 ônibus.