Secretária descarta aumento de preços nos combustíveis

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 22 de setembro de 2004 as 13:33, por: cdb

 secretária de Petróleo e Gás Natural do Ministério de Minas e Energia, Maria das Graças Foster, disse nesta capital que o preço do barril de petróleo a US$ 47 no mercado internacional é preocupante mesmo para um país auto-suficiente e exportador, mas ressaltou que hoje pela manhã não havia, no ministério, qualquer informação sobre aumento nos preços dos combustíveis internamente.

A secretária explicou que a avaliação técnica cabe exclusivamente à Petrobrás, que vem acompanhando a definição do patamar dos preços fora do país. “Preocupa cada vez mais. Esse é um ponto, agora, correção e mudança nos preços é uma prática da Petrobrás. A Petrobrás é que faz os ajustes”, disse Foster, acrescentando que a definição do patamar no mercado internacional está demorando até porque vários fatores têm influenciado as oscilações de preços que vão desde perfuracões até a interrupção da produção no mar do norte.

A secretária participou hoje do seminário “As reformas nos Setores Elétrico e de Gás Natural no Brasil”, na sede da Confederação Nacional do Comércio.