Secretaria de Saúde promove campanha para ampliar diagnóstico de tuberculose

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012 as 13:54, por: cdb
  • Publicação: 27/02/2012 – 16:53h
  • Redatores: Adriana Panzini
  • Release N.º: 376
  • Adriana Panzini ACS/PMI

    A Secretaria Municipal de Saúde promove de 05 a 24 de março campanha para ampliar o diagnóstico de tuberculose em Indaiatuba. A ação foi anunciada na segunda-feira (27) pela pneumologista e coordenadora do setor de pneumologia do Hospital Dia, dra. Renata Muniz Jorge, e pela enfermeira e coordenadora do Programa Municipal DST/Aids e do Ambulatório de Doenças Infecto Contagiosas do Hospital Dia, Maria Elidia de Andrade Picarelli, em reunião no Anfiteatro do Paço Municipal com coordenadoras e profissionais das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Programas de Saúde da Família (PSFs).

    Durante o período da campanha, as UBS e PSFs aplicarão aos pacientes e frequentadores das unidades um questionário rápido, elaborado pela Dra. Renata, que possibilita uma identificação prévia de sinais que podem indicar um quadro positivo de tuberculose. São apenas cinco perguntas: tosse há 03 semanas ou mais? há eliminação de catarro com ou sem sangue? há febre ou calafrios no final do dia, ou suores noturnos? há perda de peso ou de apetite? conheceu alguém, nos últimos dois anos, que tem ou teve tuberculose? Caso a pessoa responda sim a qualquer uma das perguntas, será encaminhada para a coleta do catarro e posterior exame.

    Além da aplicação dos questionários nas unidades, no dia 24 de março, das 09h às 12h, acontece uma ação especial na Praça Dom Pedro II, no centro de Indaiatuba, onde a equipe da Secretaria de Saúde aplicará também a sondagem para diagnóstico à população que transita no local. Nesta mesma data, é comemorado o Dia Mundial da Tuberculose, lançado em 1982 pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pela União Internacional Contra TB e Doenças Pulmonares (International Union Agaist TB and Lung Disease – IUATLD).

    Em 2011, pelo segundo ano consecutivo, Indaiatuba foi reconhecida pelo Governo do Estado de São Paulo pelas ações desenvolvidas na busca pela cura da tuberculose. O município recebeu um prêmio concedido pela Secretaria de Estado da Saúde, durante o Fórum Estadual de Tuberculose realizado no Centro de Vigilância Epidemiológica, em São Paulo, quando foram premiados todos os municípios que alcançaram metas estipuladas pelo Estado, que incluíam alto índice de cura (85%) e tratamento supervisionado. Apesar deste bom desempenho no tratamento, a Dra. Renata destaca que ainda é necessário focar na melhoria do diagnóstico. “Temos o desafio de identificar os portadores da doença, para tratá-los e garantir que a doença, altamente infecciosa, não se dissemine”, explica.“O uso do questionário vai simplificar a busca por possíveis casos positivos”.

    A tuberculose é uma doença infecciosa que atinge principalmente os pulmões. O micróbio responsável pela tuberculose é uma bactéria em forma de pequenos bastões que é transmitido pelo ar. O principal sintoma da doença é a tosse por três semanas consecutivas e o tratamento pressupõe o uso de antibióticos por cerca de seis meses.

    #