Secretaria de Cultura de Cascavel traz banca examinadora do Sated/PR

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2012 as 13:28, por: cdb

Em reunião em Curitiba, ontem (22), a secretária de Cultura, Judet Bilibio, teve a confirmação de que uma banca examinadora do Sated/PR (Sindicato dos Artistas e Técnicos Em Espetáculos de Diversões do Estado do Paraná) virá a Cascavel no mês de junho. A notícia foi dada pelo presidente do sindicato Christo Dikoff. A entidade é responsável por conceder o registro profissional a atores e atrizes.

Esta é a primeira vez que a banca do Sated/PR vem para regularizar o exercício da profissão de ator. Ao todo, serão 25 vagas. Essa é a segunda vez que a banca examinadora virá ao Município. A primeira ocorreu no ano de 2004 para a regularização do registro profissional de diretores de produção.

“Desde o início da nossa gestão estamos trabalhando para que a banca do Sated/PR viesse a Cascavel. Depois de várias negociações, alcançamos esse objetivo. Será uma boa oportunidade para os nossos atores e atrizes obterem o registro profissional sem precisar ir até Curitiba para isso”, destaca a secretária.

Também presente no encontro o gerente de Ação Cultural, Antônio Marcos Ferreira, explica que nos dias 18 e 19 de maio, no Centro Cultural Gilberto Mayer, serão abertas as inscrições para participar do exame profissional. “Terá direito a inscrição o candidato que for previamente cadastrado nesses dois dias e que tiver seu currículo analisado e aprovado pelo Sated/PR. A taxa de inscrição será R$ 100”.

Nesses dois dias, o presidente do Sated/PR, Christo Dikoff, estará em Cascavel para recolher as inscrições e currículos dos interessados. Também Dikoff ministrará uma palestra sobre como será o processo para a avaliação dos candidatos.

Para inscrição, o candidato deverá apresentar os seguintes documentos: RG e CPF; comprovante de residência no estado do Paraná (seis meses anterior a data de inscrição); certificado de conclusão do segundo grau ou curso superior; currículo e comprovação por meio de revista-programas, recortes de jornais, cartazes ou declaração de órgão oficial, de pelo menos três espetáculos diferentes em três anos, com no mínimo um a cada ano, em grupo de teatro amador.