Secretaria Antidrogas defende programa para diminuir consumo de álcool

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 31 de maio de 2011 as 18:35, por: cdb

A titular da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), Paulina Duarte, destacou, nesta terça-feira, que o álcool é a droga mais consumida no País e que é preciso implementar ações integradas para que esse consumo possa diminuir.

Paulina Duarte participou de audiência pública da comissão especial criada para estudar as causas e consequências do consumo de álcool entre os brasileiros. O debate foi proposto pelos deputados Marcelo Aguiar (PSC-SP) e Vanderlei Macris (PSDB-SP).

Os deputados que integram a comissão ouviram a representante da Senad e médicos especialistas sobre as ações de controle ao uso de bebidas alcoólicas.

Consumo entre jovens
A preocupação maior, segundo Paulina, é que o consumo é extremamente alto entre pessoas de 18 a 24 anos. Além disso, a maioria das crianças de 12 anos experimenta o álcool pela primeira vez dentro de casa.

Segundo ela, o que preocupa é que os jovens nessa faixa etária são os que bebem mais e de forma mais intensa. “Fazem aquele uso que comumente é chamado de uso pesado de bebida, ou seja, eles bebem mais em menos tempo.”

Pesquisa realizada no ano passado, numa parceria entre a Senad e universidades federais, demonstrou que 60 por cento dos homens e 33 por cento das mulheres fizeram consumo abusivo de substâncias alcoólicas no último ano.

Visitas às regiões
Relator da comissão, Vanderlei Macris afirmou que os trabalhos ainda estão começando, mas o cronograma prevê visitas às cinco regiões do País, além de ouvir especialistas e o governo. “Esperamos, ao final desse processo, construir um banco de dados capaz de construir uma política pública.”

O objetivo da comissão é compor um Plano Nacional de Combate ao Álcool, reunindo propostas e os projetos em tramitação na Câmara.

Reportagem – Karla Alessandra/Rádio Câmara
Edição – Newton Araújo