Sars põe em risco quase três milhões de empregos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 15 de maio de 2003 as 14:22, por: cdb

A pneumonia atípica poderá custar ao turismo mundial 1% do produto do setor e 2,9 milhões de empregos, segundo um estudo apresentado esta quarta-feira pela World Travel Tourism Council (WTTC), em Vilamoura, Portugal.

A WTTC prevê ainda que o setor poderá perder 2,5% dos seus turistas e 0,6% da demanda turística com “um acontecimento que tem um impacto no setor cinco vezes maior do que os atentados de 11 de Setembro”.

Na sua mais recente previsão e excluindo o impacto da pneumonia atípica, a WTTC esperava um crescimento de 1,1% no produto do sector para 1,3 biliões de dólares e que este empregasse 67,4 milhões de pessoas.

O sector representará cerca de 3,7% do PIB mundial em 2003.

Na China, o país mais afetado pela doença, a organização de turismo prevê uma perda de 25% do produto do setor, contra uma previsão inicial de crescimento de 6% e a perda de 2,8 milhões de empregos.

Em Singapura e em Hong Kong estes números crescem para os 43 e 41% de queda do produto e 17,5 e 27 milhões de perdas de empregos.

A análise da WTTC, que representa as 100 maiores empresas mundiais do turismo, foi feita pela universidade britânica de Oxford.