São Paulo vence o Vasco no Morumbi

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 21 de abril de 2003 as 08:28, por: cdb

O Vasco jogou uma pequena parte do primeiro tempo e o segundo tempo inteiro com um jogador a menos. E, apesar de ter jogado melhor quando esteve com 10 homens, não resistiu ao São Paulo no Morumbi. O Tricolor Paulista venceu por 3 a 1 e deixou o time de São Januário numa posição ruim após a quinta rodada do Campeonato Brasileiro. A derrota foi a terceira do Vasco nos três jogos feitos fora de casa, numa campanha que conta ainda com apenas uma vitória e um empate.

O Vasco praticamente não viu a cor da bola no primeiro tempo. O São Paulo, enquanto isso, trocava muitos passes pelo meio, calmamente, e tentava achar maneiras de furar o bloqueio da defesa adversária. Aos 29 minutos, num passe excelente de Fabiano, Luis Fabiano entrou na área e, num chute cruzado, abriu o placar para o São Paulo.

Quatro minutos depois de tomar o primeiro gol, o lateral-direito Wellington, que já tinha cartão amarelo, recebeu o vermelho após cometer uma falta dura em Gustavo Nery, deixando o Vasco com um jogador a menos.

O São Paulo passou a dominar ainda mais o jogo e, aos 39 minutos, chegou ao segundo gol. Após uma tabela com Reinaldo, Luis Fabiano chutou, o goleiro Fábio espalmou mas a bola sobrou para Souza, em posição de impedimento, tocar para o gol vazio, fechando em 2 a 0 o placar do segundo tempo.

Depois do intervalo, o Vasco voltou com mais disposição e Marcelinho começou a aparecer. Depois de tentar articular algumas jogadas de ataque, o meia conseguiu seu sexto gol no Campeonato Brasileiro, o quarto de falta, numa cobrança de muito longe, aos 10 minutos da etapa final. A bola entrou no ângulo esquerdo de Rogério Ceni, que não teve a menor chance de alcançar a bola. Um golaço.

Apesar da desvantagem numérica, o Vasco jogava bem a essa altura, equilibrando forças com o São Paulo. No entanto, o time da casa, que começou o segundo tempo recuado, voltou a sair para o ataque e por pouco não chegou ao terceiro gol. Aos 25 minutos, Júlio Baptista foi derrubado dentro da área e o árbitro Carlos Eugênio Simon marcou pênalti. Luis Fabiano foi para a cobrança e acertou a trave.

Aos 42, no entanto, o mesmo Luis Fabiano foi derrubado na entrada da área, na altura da meia-lua. O goleiro Rogério Ceni foi para a cobrança e bateu mal, mas a bola tocou desviou na barreira e deixou o goleiro do Vasco pregado no chão, entrando no canto esquerdo do gol e fechando o placar em 3 a 1 para o São Paulo.