São Paulo vence Figueirense pela Copa do Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 9 de abril de 2003 as 23:05, por: cdb

O São Paulo conseguiu um importante resultado nesta quarta-feira. Com gols de Luís Fabiano e Júlio Baptista, o Tricolor Paulista venceu o Figueirense por 2 x 0, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela primeira partida das oitavas-de-final da Copa do Brasil.

Com esse placar, o time comandando pelo técnico Oswaldo de Oliveira pode até perder por um gol de diferença na segunda partida, dia 30 de abril, no Morumbi, para avançar na competição. O adversário saíra do confronto entre Botafogo-RJ e Goiás.

A vitória também trará mais tranqüilidade ao São Paulo e, principalmente, ao seu treinador. Ameaçado há algum tempo, ele ganha mais tempo para continuar trabalho. Um derrota poderia acarretar sua demissão imediata.

A delegação tricolor continuará em Santa Catarina, onde irá enfrentar o Criciúma, domingo, no estádio Heriberto Hülse, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso do Figueirense é diante do Santos, no sábado, na Vila Belmiro.

O jogo começou truncado em Florianópolis. O São Paulo, com as modificações feitas pelo técnico Oswaldo de Oliveira, estava bem postado atrás, mas não conseguia armar bons contra-ataques. O Figueirense tocava melhor a bola e procurava espaços.

As duas equipes também abusavam das faltas, o que proporcionava as principais oportunidades do jogo. Aos 10min, Evair cobrou falta por cima do travessão são-paulino. Três minutos depois, Luciano Sorriso exigiu ótima defesa do goleiro Roger em cobrança frontal.

O Tricolor Paulista parecia nervoso e, por isso, errava muitos passes. Aos 18min, um erro de Ricardinho quase fez o Figueirense abrir o placar. O meia tentou cruzar uma bola da esquerda para a direita e jogou no pé de Marcelo Régis. O atacante ficou livre na frente do gol, mas finalizou mal.

Após esse susto, o São Paulo melhorou em campo e começava a criar algumas jogadas de ataque. Aos 33min, Luís Fabiano fez bom lance individual na entrada da área e chutou cruzado. Souza chegou atrasado e perdeu ótima chance.

Aos 39min, o clube do Morumbi perdeu uma chance incrível de abrir o placar. Fabiano fez jogada pelo lado esquerdo e cruzou na área. Reinaldo não alcançou e a bola sobrou para Luís Fabiano livre na marca do pênalti. O atacante dominou e mandou por cima do travessão.

O jogo era dominado pelo Tricolor, que desperdiçava muitas oportunidades. Aos 43min, Ricardinho deixou dois adversários batidos ao dar um toque sutil de calcanhar para Fabiano. O lateral, pelo lado esquerdo da área, chutou colocado e Edson Bastos fez excelente defesa.

O São Paulo voltou com tudo para o segundo tempo. Logo aos 45s, o time comandando por Oswaldo de Oliveira conseguiu abrir o placar. Ricardinho cobrou falta da direita na área e Luís Fabiano, mesmo marcado por Márcio Goiano, cabeceou para abrir o placar.

Em desvantagem, o Figueirense partiu para o ataque. A equipe da casa pressionava e desperdiçava algumas chances. Aos 24min, Evair recebeu na área mais foi desarmado por Adriano. Dois minutos depois, Cleber finalizou da marca do pênalti e Roger fez excelente defesa.

Observando o desespero do alvinegro de Santa Catarina, o técnico Oswaldo de Oliveira tirou Luís Fabiano e colocou Rico para puxar os contra-ataques. Essa modificação deu resultado. Em um lance iniciado pelo atacante, Júlio Baptista recebeu de Reinaldo e marcou o segundo gol do São Paulo.

FIGUEIRENSE 0 x 2 SÃO PAULO

Figueirense
Edson Bastos; Paulo Sérgio (Zinho), Márcio Goiano, Cleber e Émerson Ávila; Jeovânio, Luciano Sorriso, Bilú e Danilo (Oliveira); Marcelo Régis (Roberto) e Evair
Técnico: Wagner Benazzi

São Paulo
Roger; Fábio Simplício (Galo), Jean, Gustavo Nery e Fabiano; Adriano, Júlio Baptista, Ricardinho e Souza; Reinaldo (Kléber) e Luís Fabiano (Rico)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Data: 09/04/2003 (quarta-feira)
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Cartões amarelos: Márcio Goiano, Luciano Sorriso (Figueirense);