São Paulo vence e sobe para a terceira posição

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 8 de outubro de 2002 as 22:53, por: cdb

Brilhou novamente a estrela do artilheiro. Apesar do São Paulo não ter jogado bem, Reinaldo marcou dois gols, fez uma assistência perfeita e o Tricolor venceu o Coritiba (3 x 1), nesta terça-feira, no Morumbi.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 28 pontos e se isolou na terceira colocação (poderá ser ultrapassado na quarta-feira, com o complemento da rodada). A equipe paranaense permaneceu com 26 pontos. Jorginho Paulista marcou o terceiro gol do Tricolor, e Williams descontou para os paranaenses.

Minutos antes da partida, o departamento médico do São Paulo vetou Kaká, que não se recuperou de dores musculares na coxa direita. Júlio Baptista foi confirmado no lugar do titular.

E o meia não desapontou, pelo menos no início do jogo. Logo aos 20s de partida, após uma boa troca de passes entre Luís Fabiano e Reinaldo, Júlio Baptista recebeu a bola e chutou cruzado. Fernando, com o pé, fez boa defesa.

Porém, o Coritiba não resistiu à pressão do Tricolor. Aos 5min, Reinaldo dominou a bola com o pé esquerdo, se livrou do zagueiro e chutou firme, estufando as redes.

Até então dominado, o Coxa Branca teve a sua primeira chance apenas aos 16min. Jabá tocou para Lúcio Flávio, e o meia não conseguiu finalizar.

Na seqüência, Ameli falhou, e Jabá, caso tivesse acreditado, poderia ter empatado a partida. Jean conseguiu corrigir a falha do companheiro. Os dois lances, no entanto, despertaram os visitantes, que equilibraram o jogo.

Quando os torcedores são paulinos vaiavam Ameli, aos 33min, Lúcio Flávio quase marcou um gol de placa. Na intermediária, aplicou um drible desconcertante em Fábio Simplício e, percebendo Rogério adiantado, tocou por cima; a bola raspou o travessão.

Luís Fabiano, com dores na coxa, não voltou para a etapa complementar e foi substituído por Leandro.

Disposto a reverter a desvantagem, o alviverde partiu para cima do São Paulo. Williams, de cabeça, aos 5min, por pouco não descontou. Rogério Ceni fez grande defesa e evitou o pior.

Embora os torcedores não parassem de incentivar, o Tricolor aceitou o domínio do Coxa e passou a explorar os contra-ataques. Aos 18min, segundos após Williams cabecear sozinho, à esquerda do gol, Maldonado esbravejou com a defesa e discutiu rispidamente com Ceni. Os torcedores aplaudiram o chileno.

Mas não era a noite do Coritiba. Em um contra-ataque mortal, aos 22min, Fabío Simplício tocou para Reinaldo, e o artilheiro não desperdiçou, tranqüilizando Oswaldo de Oliveira. Foi o nono gol do atacante na competição.

Nos minutos finais, Fábio Simplício e Reinaldo estiveram muito próximos de ampliar o placar. Não levaram sorte.

Jorginho Paulista, aos 36min, depois de uma assistência de Reinaldo, também deixou a sua marca e fez 3 x 0 Aos 43min, Williams descontou para o Coxa e deu números finais ao jogo.

SÃO PAULO 3 x 1 CORITIBA

São Paulo
Rogério Ceni; Gabriel, Jean, Ameli e Jorginho Paulista; Fábio Simplício, Maldonado, Júlio Baptista (Adriano) e Ricardinho; Reinaldo (Dill) e Luís Fabiano (Leandro)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Coritiba
Fernando; Reginaldo Araújo, Picolo, Edinho Baiano e Adriano; Williams, Roberto Brum, Tcheco (Sérgio Manoel) e Lúcio Flávio; Jabá e Lima (Fernando Melo)
Técnico: Paulo Bonamigo

Data: 08/10/2002 (terça-feira)
Horário: 20h30
Local: Morumbi, em São Paulo
Juiz: Wagner Tardelli (RJ)
Público: 11.996 torcedores
Renda: R$ 109.080,00
Cartões amarelos: Ameli, Reinaldo, Júlio Baptista, Jorginho Paulista (SP); Williams, Edinho Baiano (C)
Gols: Reinaldo, aos 5min do primeiro tempo e aos 22min do segundo tempo; Jorginho, aos 36min, Williams, aos 43min do segundo tempo.