São Paulo se despede da Inglaterra treinando com o Manchester

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 16 de novembro de 2003 as 18:45, por: cdb

O São Paulo despede-se na próxima segunda-feira da Inglaterra com jogo-treino contra o poderoso Manchester United, no Centro de Treinamento de Carrington.
 
A partida, prevista para começar às 14 horas, de Brasília, não contará com a presença das estrelas da equipe inglesa, que participaram de jogos internacionais no último fim de semana. O bate-bola não passará de uma festa entre os clubes, que fecharam parceria no primeiro semestre.
O encontro não renderá nenhum dividendo à agremiação brasileira, pois não haverá nem cobrança de ingresso. O propósito é pôr os jogadores do São Paulo, em sua maioria jovens, em atividade num grande centro do futebol mundial e num CT moderno, diferente da maioria dos campos brasileiros.

Roberto Rojas deverá escalar força máxima no início do confronto, mas colocará em campo todos os atletas que foram à Europa. O treinador ficou satisfeito com a atuação da equipe na vitória do último sábado por 6 a 3 sobre o Bolton, 14º colocado da Premier League, 1ª Divisão do Campeonato Inglês.

Gustavo Nery, o destaque do amistoso, com 4 gols, comemorou o desempenho, que considerou o melhor com a camisa tricolor.

O jogador foi visto por algumas personalidades do futebol inglês, como Kevin Keegan, técnico do Manchester City, e pode sair no lucro. O curinga são-paulino, que atrai interesse de alguns clubes de Portugal, pode transferir-se para a Europa em 2004.

O elenco conheceu, neste domingo, o Old Trafford, moderno estádio do Machester, onde assistiu à surpreendente derrota da Inglaterra para a Dinamarca por 3 a 2, em partida amistosa.
A delegação chega ao Brasil na noite da próxima terça-feira e, no dia seguinte, inicia a preparação para a partida de domingo, contra o Vitória, às 18 horas, no Morumbi.
 
O zagueiro Jean, suspenso, dará lugar ao jovem Edcarlos, de 18 anos. Rojas pode, ainda, perder outros dois atletas. O lateral-direito Gabriel e o volante Carlos Alberto correm o risco de serem suspensos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva por terem se agredido durante a partida contra o Fluminense, na semana retrasada. O time precisa de cinco pontos nos últimos 4 jogos para garantir vaga na Libertadores de 2004.