São Paulo já está na segunda fase

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 31 de outubro de 2002 as 23:22, por: cdb

Mostrando um futebol envolvente e irresistível no primeiro tempo, o São Paulo goleou a Ponte Preta por 5 x 2, nesta quinta-feira, no estádio do Morumbi, e garantiu vaga nas quartas-de-final do Campeonato Brasileiro.

O Tricolor Paulista, que se manteve na liderança da competição, alcançou os 43 pontos e está matematicamente classificado. Na pior das hipóteses, caso perca os últimos três jogos, a equipe do Morumbi ainda terminaria a primeira fase na oitava colocação.

A vitória tricolor foi comandada pelo atacante Luís Fabiano, que marcou dois gols e assumiu a artilharia do Campeonato Brasileiro. Ameli, Reinaldo e Kaká completaram a goleada são-paulina. Caíco e Alex Oliveira marcaram para a Macaca.

O São Paulo, diferente dos últimos jogos, começou apático no Morumbi. A equipe não conseguia evoluir para o ataque e ainda deixava muitos espaços em sua defesa. A Ponte Preta, mais ligada na partida, aproveitou para inaugurar o placar.

Aos 6min, a Macaca armou contra-rápido após cobrança de escanteio de Ricardinho e Caíco recebeu pela meia-direita. O ponte-pretano acertou um chute cruzado no ângulo de Rogério Ceni, que desatento acabou não conseguindo defender.

O gol fez o líder do Campeonato Brasileiro acordar. Quatro minutos depois, o São Paulo conseguiu empatar. Ricardinho cruzou bola da esquerda, Jean ajeitou de cabeça e o zagueiro Ameli tocou para o gol vazio. Esse foi o primeiro gol do argentino com a camisa do Tricolor Paulista.

Depois do empate, o clube do Morumbi assumir o comando do jogo e passou à frente do placar. Aos 17min, em contra-ataque rápido, Luís Fabiano avançou pela direita, deixou o zagueiro Rodrigo na saudade e, de fora da área, fuzilou o goleiro Alexandre Negri.

O São Paulo continuava irresistível. Aos 30min, Kaká fez linda jogada individual, deixando dois adversários para trás e tocou para Luís Fabiano na área. O atacante tocou por cima do goleiro Alexandre Negri e o zagueiro Rodrigo colocou a mão na bola. O árbitro anotou pênalti e ainda expulsou o ponte-pretano. O próprio Luís Fabiano cobrou e marcou seu 15º gol no Brasileiro, assumindo a artilharia do torneio.

A equipe do Morumbi não tomava conhecimento da Ponte Preta e partia com tudo para cima do adversário, que estava batido em campo. Aos 41min, em falta pelo lado direito, Ricardinho cobrou de forma ensaiada na marca do pênalti. Reinaldo, de pé direito, marcou o quarto gol do São Paulo.

No segundo tempo, o Tricolor Paulista voltou atuando de forma mais lenta. Com a vitória e a classificação garantidas, os são-paulinos tocavam a bola e atuavam em ritmo de treino. Apesar disso, a equipe do Morumbi ainda criava algumas chances de ampliar a goleada.

O novo ritmo do São Paulo acabou deixando espaços para a Ponte Preta criar alguns contra-ataques. Em um deles, quase no final da partida, a Macaca diminuiu o placar. Aos 34min, Júlio Santos empurrou Alex Oliveira na área: pênalti. O próprio meia bateu e marcou.

Mas a reação não passou disso. Aos 42min, Reinaldo entrou na área e foi derrubado por Alex: pênalti. O meia Kaká, que estava fazendo uma ótima partida, cobrou com perfeição no canto esquerdo do goleiro Alexandre Negri e fechou o caixão da Ponte Preta.

SÃO PAULO 5 x 2 PONTE PRETA

São Paulo
Rogério Ceni; Gabriel, Ameli, Jean e Jorginho Paulista; Júlio Santos, Fábio Simplício, Kaká (Adriano) e Ricardinho; Luís Fabiano (Leandro) e Reinaldo
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Ponte Preta
Alexandre Negri; Dionísio, Marinho, Rodrigo e Daniel; Roberto, Mineiro, Caíco e Piá (Alex Oliveira); Hernani (Alex) e Lucas (Fabrício Carvalho)
Técnico: Oswaldo Alvarez

Data: 31/10/2002 (quinta-feira)
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Árbitro: Anselmo da Costa (SP)
Cartões amarelos: Jorginho Paulista e Júlio Santos (São Paulo); Marinho e Fabrício Carvalho (Ponte Preta)
Cartão Vermelho: Rodrigo (Ponte Preta)
Gols: Caíco, aos 6min, Ameli, aos 10min, Luís Fabiano, aos 17min e aos 34min, Reinaldo, aos 42min, do