São Paulo fica com a vantagem de dois resultados iguais na final

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 19 de março de 2003 as 15:59, por: cdb

O Comitê Executivo da Federação Paulista de Futebol (FPF) decidiu por seis votos a um que o São Paulo tem a vantagem de jogar por dois resultados iguais na final do Campeonato Paulista. Com isso, o Tricolor precisa apenas de uma vitória simples no próximo sábado para sagrar-se campeão. O Corinthians joga pelo empate.

Dos sete membros do Comitê, apenas Edvar Simões, gerente de futebol do Corinthians, votou a favor do Timão. José Maria Marin e Juvenal Juvêncio, ligados ao São Paulo, os palmeirenses Carlos Facchina Nunes e Salvador Mezarane, Samir Abdul-Hak, ex-presidente do Santos, e o jornalista Orlando Duarte deram votos favoráveis ao São Paulo.

A reunião do Comitê foi pedida pelo Corinthians na última sexta-feira devido a uma confusão na interpretação do regulamento do Paulistão. O texto, mal escrito, dá margem a várias interpretações, e tanto Corinthians quanto São Paulo acreditavam jogar por dois resultados iguais.

Na semana passada, o presidente da FPF, Eduardo José Farah, já havia anunciado que a vantagem era são-paulina, sem consultar o Comitê (como estava previsto no regulamento). Por isso, a vitória do São Paulo na reunião desta quarta-feira já era esperada.