São Cristóvão ganha biblioteca pública

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 30 de setembro de 2004 as 09:33, por: cdb

Com 156 bibliotecas públicas estaduais, o Rio de Janeiro tem unidades em 91 dos seus 92 municípios. Em breve, a população fluminense vai poder se orgulhar de realmente ter pelo menos uma unidade em cada cidade. O local já está sendo escolhido e logo será implantada a biblioteca pública de Mesquita, município da Baixada Fluminense.

Segundo Ana Lígia Medeiros, diretora do Departamento de Bibliotecas do Estado do Rio de Janeiro, a instalação da nova unidade faz parte de uma política do governo de aumentar ao máximo o número de bibliotecas no Estado.

Como parte desse projeto de expansão do número de bibliotecas, na semana passada foi realizado um antigo sonho dos moradores do bairro de São Cristóvão, na Zona Norte do Rio. Instalada na área do Museu do Primeiro Reinado, também conhecido como Casa da Marquesa de Santos, foi inaugurada a Biblioteca Pública Alfredo Machado, que conta com duas salas e entrada independente do museu.

– Uma biblioteca no bairro era muito pedida, já que não existia nenhuma na área. Somente na rua da biblioteca há várias escolas públicas – observou Ana Lígia.

A diretora explicou que a biblioteca foi batizada em homenagem ao fundador da Editora Record, Alfredo Machado, nascido no bairro.

– A idéia foi do próprio secretário de Cultura, Arnaldo Niskier. Ele é uma pessoa ligada a livros e achou que era uma justa homenagem, pois Alfredo Machado prestigiou o Rio de Janeiro, criando e mantendo aqui sua editora e incentivando publicação de novos autores cariocas – disse.

Sensibilizado com a homenagem, o Grupo Record, que, além da editora homônima, inclui a Bertrand, José Olímpio, Difel, Civilização Brasileira, Nova Era e Rosa dos Tempos, doou à nova biblioteca cerca de cinco mil volumes, ou seja, um exemplar de cada obra disponível no catálogo do grupo editorial.

O acervo abrange todas as áreas de conhecimento, desde a parte de referência, dicionários e literatura infantil até publicações sobre informática e livros didáticos.

A diretora do Departamento de Bibliotecas revelou que será aproveitada também a área externa para realização de atividades com crianças. Será ainda implantado o empréstimo domiciliar e futuramente serviço de visitas guiadas a grupos escolares, além do projeto A Hora do Conto.

A Biblioteca Pública Alfredo Machado funciona de segunda a sexta-feira, das 11h às 17h, no prédio do Museu do Primeiro Reinado, situado na Avenida Pedro II, 293. Para fazer o cadastro de empréstimo domiciliar é necessário levar comprovante de residência e carteira de identidade.