São Caetano prossegue com 100% de aproveitamento em casa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de outubro de 2002 as 23:02, por: cdb

O São Caetano aproximou-se mais da liderança do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira à noite, o time paulista venceu o Coritiba por 1 x 0, em São Caetano do Sul, e manteve 100% de aproveitamento em seus jogos dentro do estádio Anacleto Campanella.

Até aqui, o São Caetano já fez sete jogos em casa e venceu todas. A equipe do ABC paulista é a única que venceu todas as partidas quando teve o mando de campo. Com a vitória, o São Caetano chegou aos 28 pontos, um a menos que o Juventude.

Já o Coritiba, que estava invicto há cinco rodadas, permanece com 26 pontos e cai, pelo menos, para a quarta posição no campeonato.

O jogo
A partida demorou para esquentar. Com uma forte marcação, o time do Coritiba anulou as tentativas de jogada do São Caetano. Com isso, a primeira chegada do time paulista aconteceu aos 10min, num chute de longa distância de Marcos Aurélio. O goleiro Fernando desviou para escanteio.

O time alviverde pouco ameaçou o gol de Sílvio Luiz. Quando teve a posse de bola, o Coritiba limitou-se a chegar até a intermediária do São Caetano. O time paulista também não conseguiu impor um ritmo de jogo mais veloz e parou facilmente na marcação do Coritiba.

Após os 30min, o jogo começou a mudar. O São Caetano passou a jogar mais no campo de ataque e foi criando algumas boas chances para marcar. Logo aos 33min, Magrão teve espaço para chutar para o gol e Fernando voltou a fazer boa defesa.

Esta foi apenas mais uma participação decisiva do goleiro do Coritiba. Aos 43min, Fernando salvou o time paranaense após chute de Anaílson. No rebote, o próprio Anaílson bateu para o gol e o goleiro alviverde colocou para escanteio. Fernando ainda defendeu também cobrança de falta de Marcos Aurélio.

O segundo tempo começou com o Coritiba ameaçando o São Caetano. Com menos de um minuto de jogo, o atacante Lima foi lançado livre, mas bateu por cima do gol de Silvio Luiz. Com a equipe paranaense saindo mais de sua defesa, o jogo ficou mais aberto.

Procurando espaços na zaga do Coritiba, o São Caetano passou a chegar mais perto do gol de Fernando. A equipe paulista, porém, errou muitos passes na hora de finalizar as jogadas e foi perdendo boas chances.

O Coritiba voltou a chegar aos 23min. Após boa troca de passes, Adriano foi lançado na esquerda e Lima, sozinho, mandou a bola pela linha de fundo. A resposta do São Caetano veio aos 30min. E o erro das finalizações do ataque coritibano custaram caro.

Numa rápida chegada, o ataque do São Caetano envolveu a zaga do Coritiba e a bola sobrou para Robert, que não perdeu a chance a abriu o placar. O time paulista teve competência a partir daí para controlar o jogo e apenas no final do jogo teve sua vitória ameaçada pelo Coritiba.

SÃO CAETANO
Silvio Luiz; Marlon, Dininho, Serginho e Lúcio; Marco Aurélio (Luís Carlos Capixaba), Iriney, Magrão e Anaílson; Wágner (Rinaldo) Robert
Técnico: Mário Sérgio

CORITIBA
Fernando; Ceará, Pícoli, Edinho Baiano e Adriano; Reginaldo Nascimento (Pepo), Roberto Brum, William e Lúcio Flávio; Lima e Da Silva (Jabá)
Técnico: Paulo Bonamigo

Local: estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Juiz: Luciano Augusto Almeida (DF)
Gols: Robert, aos 30min do segundo tempo
Cartões amarelos: Pícoli (C), Williams (C), Jabá (C), Capixaba (SC) e Iriney (SC)