Santos joga para cumprir tabela

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de março de 2003 as 17:12, por: cdb

O Santos enfrenta o 12 de Outubro a partir das 20h10 desta terça-feira com o intuito de ajustar seu time para as fases decisivas da Taça Libertadores da América. A partida é pela quinta rodada do torneio e será disputada em Ciudad Del Este (Paraguai), na fronteira com Foz do Iguaçu.

Líder com 10 pontos e com uma das vagas do grupo 3 assegurada, o Peixe ainda busca sua melhor forma física e quer usar esta partida para aperfeiçoar seu jogo, mesmo que a comissão técnica tenha feito um planejamento para o time alcançar seu ápice em maio.

O amistoso realizado na última sexta-feira em Uberaba já serviu como um laboratório para Emerson Leão. Na goleada de 5 x 2, ele pôde observar evolução no posicionamento tático do seu time, testou jogadores e deu a eles uma maior confiança.

Confiança, inclusive, e disposição, são palavras de ordem na equipe santista a partir de agora. Para o treinador, os atletas não podem se acomodar após a conquista antecipada de uma vaga na segunda fase.

“A disposição deve ser a nossa tônica e o importante é não nos acomodarmos. Isso pode acabar atrapalhando, mas demonstramos no amistoso em Uberaba que a vontade de vencer sempre é grande”, disse o comandante.

E é por causa da vontade de vencer que ele irá mandar a campo sua força máxima. Michel, que reapareceu na lateral-direita na última partida pela Libertadores, contra o América de Cali, será mantido.

Mas não é só com o intuito de resgatar o ritmo de jogo do ano passado e dar um maior entrosamento a seus jogadores que Leão não irá poupar alguns titulares. A situação do 12 de Outubro incomoda.

“Enfrentaremos um time que virá para cima o tempo todo, pois só a vitória interessa a eles. Nem mesmo o empate é bom. Eles estão na última posição e precisam vencer. Nós vamos para o ataque, mas nos fechando atrás”, afirmou.

A equipe paraguaia soma apenas três pontos no grupo 3, com três derrotas e uma vitória em quatro jogos. Além disso, acaba de perder seu treinador, Alicio Solalinde, que se desentendeu com a diretoria do clube após a derrota de 1 x 0 para o El Nacional, do Equador.

O argentino Eduardo Raschle, que levou o 12 de Outubro ao vice-campeonato nacional da última temporada, reassumiu o comando da equipe. “É um plantel que conheço bem por causa do ano passado, mas hoje a situação é diferente. Temos remotas chances de classificar, mas vamos lutar por elas”, observou.

12 DE OUTUBRO x SANTOS

Data: 25/3/2003 (Terça-feira)
Local: Ciudad Del Este, no Paraguai
Horário: 20h10
Árbitro: Sergio Pezzota (Argentina)
Auxiliares: Claudio Martin e Jorge Rattalino (Argentina)
Transmissão: FOX

12 de Outubro
Derlis Gómez; Jorge Valdez, Ignacio Rolón, Enzo Gorniak e Gustavo Cañete; Raúl Arviniagaldez, Richard Gómez, Walter Avalos e Derlis Martinez; Tomás González e Fredy Bareiro.
Técnico: Eduardo Raschle

Santos
Fábio Costa; Michel, André Luís, Alex e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego; Robinho e Ricardo Oliveira
Técnico: Emerson Leão