Santa Catarina proíbe entrada de produtos do Paraguai

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 22 de setembro de 2011 as 10:34, por: cdb

O secretário da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina, João Rodrigues, assinou nesta quarta-feria a Portaria 59/2011, suspendendo preventivamente o ingresso no estado, de produtos ou subprodutos de origem animal e vegetal vindos do Paraguai. De acordo com o secretário, a medida é cautelar e será válida por 15 dias, podendo ser prorrogada.

proibição
O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, o secretário João Rodrigues, e autoridades do estado em reunião onde ficou decidida a proibição de alimentos do Paraguai, visando combater a febre aftosa

Ele disse, por meio da assessoria de imprensa, que várias agroindústrias catarinenses importam grãos do Paraguai, que podem estar contaminados. Explicou que a medida foi tomada a partir de decreto assinado terça-feira pelo governador Raimundo Colombo, estabelecendo situação de alerta sanitário preventivo no estado. O alerta é devido ao foco de febre aftosa localizado em uma propriedade no departamento de San Pedro, no Paraguai.

Na avaliação do secretário, a portaria visa a impedir que o vírus da febre aftosa entre em Santa Catarina, principalmente por meio de caminhões que transportam grãos. A restrição não atinge produtos e subprodutos de origem animal e vegetal industrializados, que passam por processo inativação do vírus da febre aftosa. Os produtos devem estar acompanhados da documentação sanitária pertinente.

A portaria também não abrange produtos de origem vegetal oriundos do Paraguai que se destinam a portos marítimos localizados em Santa Catarina, com finalidade exclusiva de exportação. Mas os veículos com essas cargas somente poderão ingressar pelo posto fixo de fiscalização do município de Garuva, onde serão desinfetados e lacrados.

Santa Catarina obteve, em 2007, a certificação internacional da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE) como região livre de febre aftosa sem vacinação. É o único estado brasileiro a obter este status.