Saldo das cadernetas de poupança cresce 3,29% em 2003

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de janeiro de 2004 as 14:03, por: cdb

O saldo geral das cadernetas de poupança fechou o ano em R$ 144,244 bilhões, de acordo com o Banco Central. Houve crescimento nominal de 3,29% em relação ao saldo registrado em dezembro de 2002, que foi de R$ 139,642 bilhões. Apesar desse acréscimo, houve uma captação líquida (diferença entre aplicação e retirada de recursos) negativa de R$ 9,987 bilhões.
O aumento no saldo, entretanto, só ocorreu por causa dos depósitos possibilitados pelo 13º salário, nos dois últimos meses de 2003, porque de janeiro a outubro as retiradas sempre superaram os depósitos, e os saldos mais baixos foram anotados em maio e junho, inferiores a R$ 137 bilhões, em função das retiradas recordes verificadas em março e abril.

Em novembro, a situação da poupança começou a melhorar, em razão da captação líquida de R$ 983,482 milhões, o que fez o saldo retornar ao mesmo nível do final de 2002; e no mês passado o saldo ganhou o reforço de mais R$ 2,811 bilhões, além do rendimento creditado no mês, no valor de R$ 904,140 milhões.

Do total, R$ 115,670 bilhões referem-se à tradicional caderneta de poupança, R$ 27,819 bilhões compõem a poupança rural e R$ 754,532 milhões são da poupança vinculada ao setor imobiliário.