Saddam diz que guerra visa disfarçar conflito árabe-israelita

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 17 de março de 2003 as 11:59, por: cdb

No parecer do líder iraquiano Saddam Houssein, a crise iraquiana “deve-se à manobra dos EUA prevendo desviar a atenção do agudizar do conflito árabe-israelta”. A respectiva declaração partiu do porta-voz da Duma de Estado (câmara baixa do Parlamento), Guennadi Seleznev, que se reuniu recentemente em Bagdad com o dirigente iraquiano.

Segundo este último, “Israel, com a complacência latente dos EUA, destruiu a infra-estrutura da autoridade palestiniana”. Além disso, o líder iraquiano diz “não entender por é que ninguém exige a implementação da Resolução da ONU sobre a Palestina, tendo-se concentrado a maior atenção no tema do Iraque”.

Ainda de acordo com Seleznev, Hussein pereceu-lhe “mais resoluto do que há dois anos”. “Ele não tenciona pedir asilo político, prontificando-se a partilhar o destino do seu povo”, ressaltou o presidente da Duma russa.