S. Caetano espera convite para Rio-SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de dezembro de 2001 as 00:07, por: cdb

Pela segunda vez consecutiva finalista do Campeonato Brasileiro, o São Caetano venceu mais uma importante batalha. O clube do ABC será confirmado nos próximos dias como participante do Torneio Rio-São Paulo, a principal e mais rentável competição regional interclubes do País, com 16 participantes e início previsto para 19 de janeiro. Outra boa notícia para o clube pode ser anunciada amanhã, se a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmar a inclusão do vice-campeão brasileiro da temporada – São Caetano ou Atlético Paranaense – como o quarto representante brasileiro na Taça Libertadores de América.

A palavra final sobre a escolha do quarto clube no torneio sul-americano deve ser dada amanhã, pelo presidente interino da CBF, Alfredo Nunes. A inclusão do São Caetano no Torneio Rio-São Paulo havia sido condicionada pelo presidente da Liga Rio-São Paulo, Eduardo José Farah, a dois fatores: o Botafogo de Ribeirão Preto teria de ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro e o Azulão precisaria ser campeão ou vice do Brasileiro deste ano. O Botafogo acabou caindo e o São Caetano já é, pelo menos, vice-campeão.

O presidente do Botafogo, Ricardo Christiano Ribeiro, afirmou hoje desconhecer a exclusão de seu clube do torneio. “Essa conversa de que o Botafogo deve dar lugar ao São Caetano não tem nada a ver com a liga, que foi formada há três meses, tem registro em cartório e não pode haver modificação por fatos que ocorreram depois.”

Ele nega ter recebido qualquer comunicação oficial sobre a saída do Botafogo da disputa. “Tudo que ouvi sobre o assunto foi pela imprensa.” Ribeiro argumenta que o fato de o Botafogo ter sido rebaixado no Campeonato Brasileiro não pode servir de pretexto para evitar a participação do clube no Rio-São Paulo. “Se os organizadores entenderem que o São Caetano deve participar da competição, que se coloque mais um time. Não vejo problemas nisso.”

Agora Farah e seus assessores terão de encontrar uma ‘fórmula mágica’ para resolver a questão. Enquanto a polêmica ainda circulava pelos bastidores, a entidade chegou a divulgar a tabela da competição, com o Botafogo-SP incluído. Para o diretor da Globo Esportes, empresa ligada à Rede Globo, Marcelo Campos Pinto, a hipótese de aumentar o número de clubes participantes, como sugerido por Ribeiro, não existe. “Compramos uma competição com 16 equipes”, disse.

A Rede Globo de Televisão, que comprou os direitos de transmissão do Torneio Rio-São Paulo por R$ 65 milhões, apóia a inclusão do São Caetano na competição. Na tarde de domingo, o jogo São Caetano x Atlético-MG rendeu 29 pontos de audiência média para a Globo, contra 21 do SBT. Durante todo o dia, o futebol foi a única atração exibida pela Globo a bater a emissora de Sílvio Santos.